Vandalizado túmulo do marechal Pétain na França

Les Herbiers, França, 22 Jul 2017 (AFP) - O túmulo do marechal Philippe Pétain, "chefe do Estado francês" durante a ocupação alemã de 1940 a 1944, foi vandalizado na ilha de Yeu na madrugada de sábado, véspera do aniversário de sua morte, indicou a gendarmeria local.

Os gendarmes e bombeiros da ilha de Yeu, no golfo de Vizcaya, foram alertados às 04H00 locais por uma testemunha que avisou sobre um incêndio em uma lata de lixo no cemitério de Port-Joinville. O fogo foi rapidamente controlado.

No local, os gendarmes constataram que a lixeira incendiada estava sobre o túmulo do marechal Pétain, do qual destruíram a cruz. Também havia letras escritas na lápide, mas os gendarmes encarregados da investigação ignoraram o seu significado.

O túmulo do marechal já havia sido vandalizado em 2007. Na ocasião, também destruíram a cruz branca e derramaram o conteúdo de uma lata de lixo.

"De tanto em tanto tempo algumas pessoas jogam coisas lá", declarou à AFP Sylvie Groc, adjunta do prefeito da localidade. "Evitamos divulgar para não dar ideias ruins. Agora somos obrigados a trancar o cemitério à noite".

Segundo Michel Charruau, outro funcionário da Prefeitura que foi ao cemitério durante a tarde, "os serviços municipais interviram rapidamente e limparam o túmulo, que está como antes".

Este novo ato de vandalismo é registrado na véspera do 66º aniversário da morte do marechal Pétain, que faleceu em 23 de julho de 1951 em Port-Joinville, aos 95 anos. Embora tenha sido condenado à morte depois da guerra, o general Charles de Gaulle posteriormente comutou sua pena por prisão perpétua.

cor-pr/hdu/glr/ra/eg/cb

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos