Macron busca solução para crise na Líbia

Paris, 29 Mai 2018 (AFP) - O presidente francês, Emmanuel Macron, se reuniu nesta terça-feira em Paris com os quatro principais atores no conflito na Líbia para encontrar uma solução para a crise neste país que continua mergulhado no caos sete anos depois da queda de Muammar Khaddafi.

"Esperamos um compromisso das autoridades líbias para um plano pós-crise", indicou o Palácio do Eliseu, assegurando que trabalha com o enviado especial da ONU, Ghassan Salame.

Nesta conferência internacional, patrocinada pelas Nações Unidas, participam o primeiro-ministro Fayez Al-Sarraj, o marechal Khalifa Hafter, homem forte do leste do país, o presidente da Câmara dos Representantes Aguila Salah Issa e o do Conselho de Estado, Khaled Al mishri.

O Eliseu convidou representantes de 19 países envolvidos no caso: os cinco países membros do Conselho de Segurança da ONU, Itália (ex-potência colonial), países vizinhos (Egito, Tunísia, Chade) e potências regionais (Emiratos Árabes Unidos, Catar, Kuwait, Turquia, Argélia e Marrocos).

O presidente congolês, Denis Sassou-Nguesso, que dirige o comitê de alto nível da União Africana sobre a Líbia, também estará presente.

ila-vl/lp/pa/ra/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos