PUBLICIDADE
Topo

Trump diz que foi ao bunker da Casa Branca para 'uma inspeção'

"Ninguém chegou perto de nos dar um problema", afirmou o presidente norte-americano -
"Ninguém chegou perto de nos dar um problema", afirmou o presidente norte-americano

03/06/2020 13h28

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, negou hoje as informações da mídia que afirmam que foi levado por segurança ao bunker da Casa Branca, em meio aos protestos nas ruas, garantindo que foi ao local apenas para uma inspeção.

"Foi uma informação falsa", disse Trump à rádio Fox News, antes de explicar que entrou na área de segurança, mas apenas por um "breve momento".

Segundo o The New York Times, citando uma fonte não identificada descrita como portadora de informação confiável, os guarda-costas do Serviço Secreto levaram Trump ao bunker na noite de sexta-feira.

Do lado de fora, na Praça Lafayette, uma multidão de pessoas que protestava contra a violência policial confrontava os policiais e provocava incêndios.

Segundo a Fox News, Trump foi levado ao bunker no domingo.

O presidente afirmou que desceu durante o dia, não à noite, como foi informado, e que o fez em parte para realizar uma "inspeção".

"Vá lá, algum dia você pode precisar. Fui lá, desci, observei. Foi durante o dia, não foi um problema", comentou.

"Li sobre isso, como se fosse uma grande coisa. Nunca houve um problema, nunca tivemos um problema, ninguém chegou perto de nos dar um problema. O Serviço Secreto faz um trabalho incrível para manter o controle da Casa Branca", acrescentou.

Os relatos de que Trump se refugiou geraram uma onda de provocações online, que contribuíram para sua decisão na segunda-feira de fazer uma caminhada controversa pelo parque Lafayette para visitar a igreja de St.John's, parcialmente danificada.

A polícia dispersou violentamente as multidões pacíficas de manifestantes para abrir caminho para Trump. Para encerrar sua demonstração de força, o presidente parou do lado de fora da igreja para tirar fotos segurando uma bíblia.

Internacional