PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Jornalista filipina é autorizada a viajar a Oslo para receber o Nobel da Paz

Jornalista Maria Ressa em imagem de 2019 em Manilla, nas Filipinas; vencedora do prêmio Nobel da Paz 2021 - TED ALJIBE/AFP
Jornalista Maria Ressa em imagem de 2019 em Manilla, nas Filipinas; vencedora do prêmio Nobel da Paz 2021 Imagem: TED ALJIBE/AFP

Da AFP

07/12/2021 06h02Atualizada em 07/12/2021 07h36

A jornalista filipina Maria Ressa pode viajar a Oslo para receber o Prêmio Nobel da Paz na sexta-feira (10): ela recebeu autorização da justiça depois de recorrer a três tribunais.

Ressa, crítica do presidente filipino Rodrigo Duterte, e o jornalista russo Dmitri Muratov foram anunciados em outubro como os vencedores do Nobel da Paz por seus esforços para "salvaguardar a liberdade de expressão".

A jornalista, ex-correspondente da CNN, aguarda um recurso contra uma condenação no ano passado em um caso de difamação online e teve de pedir permissão a três tribunais para comparecer à cerimônia de 10 de dezembro.

O Tribunal de Apelações Tributárias decidiu que Ressa, cofundadora do portal Rappler, pode viajar a Noruega de 8 a 13 de dezembro.

A jornalista de 58 anos afirmou à AFP que é "genial" ter superado todos os obstáculos judiciais.

Maria Ressa enfrenta sete processos judiciais, incluindo o recurso contra a condenação por difamação online, que pode resultar em uma pena de seis anos de prisão.

Internacional