PUBLICIDADE
Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


UE concede a Ucrânia e Moldávia estatuto de candidatos à adesão

Presidente da comissão europeia Ursula von der Leyen em coletiva conjunta com Volodymyr Zelensky - REUTERS/Valentyn Ogirenko
Presidente da comissão europeia Ursula von der Leyen em coletiva conjunta com Volodymyr Zelensky Imagem: REUTERS/Valentyn Ogirenko

23/06/2022 16h03Atualizada em 23/06/2022 16h14

Os países da União Europeia (UE) acordaram nesta quinta-feira (23) conceder a Ucrânia e Moldávia o estatuto de candidatos à adesão ao bloco, anunciou o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, que assegurou que se trata de um "dia histórico".

A decisão, adotada no primeiro dia de uma cúpula europeia em Bruxelas, ocorre quatro meses depois do início de uma guerra da Rússia contra a Ucrânia.

O processo completo de adesão à UE, que atualmente conta com 27 países-membros, pode levar anos para ser efetivo.

"É um momento único e histórico nas relações entre Ucrânia e a UE", tuitou o presidente ucraniano, Volodimir Zelensky, acrescentando que "o futuro da Ucrânia está no seio da UE".

Quanto à Geórgia, outra antiga república soviética que também pretende entrar na UE, deverá avançar em suas reformas para alcançar o estatuto de país candidato, decidiu a cúpula do bloco.