Topo

Onyx sobre se Bolsonaro sai do PSL: decisão cabe exclusivamente ao presidente

O presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Alvorada - Adriano Machado/Reuters
O presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Alvorada Imagem: Adriano Machado/Reuters

Amanda Pupo e Letícia Fucuchima

Brasília

16/10/2019 19h19

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), disse hoje que o PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, passa por um momento de "amadurecimento" e que as "as coisas irão tomar seu rumo natural". As declarações foram dadas por Onyx ao comentar a crise interna do PSL, que envolve o chefe do Executivo. Ao ser perguntado se Bolsonaro continuaria na sigla, o ministro da Casa Civil apenas respondeu que não sabe e que a decisão compete exclusivamente ao presidente.

Onyx minimizou a tensão que evoluiu nos últimos dias, lembrando que está há 22 anos no DEM e que os partidos enfrentam "momentos bons e ruins". "Questões partidárias. Eu que estou há 22 anos no Democratas, existem momentos bons momentos ruins, difíceis, fáceis, isso é assim na vida partidária. PSL passa por um momento de amadurecimento, maturação, e as coisas vão tomar seu rumo normal, não vejo nenhum problema com isso", disse o ministro.

Política