PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Papa Francisco pede orações para o Líbano: "Momento trágico e doloroso"

Porto de Beirute um dia depois de explosão que deixou pelo menos 100 mortos e 300 mil desabrigados - Anadolu Agency/Anadolu Agency via Getty Images
Porto de Beirute um dia depois de explosão que deixou pelo menos 100 mortos e 300 mil desabrigados Imagem: Anadolu Agency/Anadolu Agency via Getty Images

05/08/2020 07h51

O papa Francisco pediu hoje orações para o Líbano, cuja capital, Beirute, foi atingida por uma forte explosão ontem, deixando mais de 100 mortos, milhares de feridos e 300 mil desabrigados.

"Rezemos pelas vítimas e por seus familiares e rezemos para que o Líbano, com o empenho de todos os seus componentes sociais, políticos e religiosos, possa enfrentar esse momento trágico e doloroso e, com a ajuda da comunidade internacional, superar a grave crise que está atravessando", disse Jorge Bergoglio durante a audiência geral desta semana.

A explosão ocorreu na área portuária de Beirute e foi sentida em toda a cidade. De acordo com o presidente Michel Aoun, a causa da tragédia pode ter sido o armazenamento de 2.750 toneladas de nitrato de amônia, composto químico usado tanto em fertilizantes e inseticidas como em explosivos.

A carga havia sido apreendida em um navio em 2013 e estaria estocada sem respeitar condições de segurança. Mais de 100 pessoas ainda estão desaparecidas depois da tragédia, que atinge o Líbano em um dos momentos mais difíceis de sua história recente.

O país vive uma grave crise econômica e já estava com hospitais cheios por causa da pandemia do novo coronavírus. O Líbano contabiliza cerca de 5,1 mil casos e 65 óbitos, de acordo com o monitoramento da Universidade Johns Hopkins.

Internacional