PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Autor de ataque em Nice chegou por Lampedusa, dizem fontes

29.out.2020 - Atentado a faca perto da Basílica de Notre Dame de Nice, na França, deixou mortos e feridos - Valery Hache/AFP
29.out.2020 - Atentado a faca perto da Basílica de Notre Dame de Nice, na França, deixou mortos e feridos Imagem: Valery Hache/AFP

29/10/2020 12h46

O autor do atentado em uma igreja de Nice, na França, chegou à Europa através de um dos barcos de migrantes que chegam à ilha italiana de Lampedusa, confirmam fontes de segurança do governo italiano à ANSA.

Segundo as informações, a ilha italiana foi o primeiro local de registro do homem. Ainda conforme as fontes, estão em curso as investigações para fazer uma reconstituição dos deslocamentos do homem, que pode ter origem tunisiana, em uma parceria entre italianos e franceses.

O jornal italiano "Corriere della Sera" também confirmou a informação e acrescentou que o assassino teria saído de Lampedusa para Bari.

Se confirmada, essa seria a segunda vez que um migrante que chegou primeiro à Itália cometeu um ato terrorista. Em fevereiro de 2011, durante o governo do premiê Silvio Berlusconi, um homem chegou ao país ainda menor de idade. Cinco anos depois, no fim de 2016, ele foi o autor do atentado contra um mercado de Natal em Berlim, na Alemanha.

O parlamentar francês, Éric Ciotti, do Republicanos, havia divulgado a informação através de sua conta no Twitter. No entanto, ainda não há pronunciamento oficial sobre o caso.

O autor do ataque na Basílica de Notre-Dame de Nice foi preso após matar três pessoas e disse ter agido sozinho. As autoridades francesas não deram mais detalhes sobre quem é o homem detido, seu nome ou sua nacionalidade.

Internacional