PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Itália tem maior aumento de casos de covid-19 em mais de dois meses

Pessoas na Praça São Marcos, em Veneza, após a Itália suspender as restrições para viajantes da União Europeia - Manuel Silvestri/Reuters
Pessoas na Praça São Marcos, em Veneza, após a Itália suspender as restrições para viajantes da União Europeia Imagem: Manuel Silvestri/Reuters

23/07/2021 13h44

A Itália registrou nesta sexta-feira (23) mais 5.143 casos e 17 mortes na pandemia de Covid-19, elevando os totais de contágios e óbitos para 4.307.535 e 127.937, respectivamente.

Segundo boletim do Ministério da Saúde, esse é o maior número de novos casos em um único dia no país desde 21 de maio, quando haviam sido notificados 5.218 diagnósticos positivos. Em relação a sexta-feira da semana passada, o aumento nos contágios diários é de 77%.

Embora as mortes se mantenham em um patamar baixo, a expansão dos casos acendeu o sinal de alerta no governo italiano, que vai passar a exigir certificado de vacinação, cura ou exame negativo para acesso a piscinas públicas, academias, feiras, congressos, espetáculos e áreas cobertas de bares e restaurantes.

Mais de 60% da população está ao menos parcialmente vacinada contra a Covid-19, e 49% das pessoas (54% quando se considera a população vacinável) concluíram o ciclo de imunização, mas o ritmo de aplicação das primeiras doses caiu nas últimas semanas.

O país ainda soma pouco mais de 4,12 milhões de pacientes curados e 58.752 casos ativos, maior cifra desde 25 de junho (60.235).

Internacional