PUBLICIDADE
Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


Conteúdo publicado há
4 meses

Ucrânia acusa russos de queimarem civis vivos em Izium

01.abr.2022 - Um soldado ucraniano verifica os destroços de um tanque russo queimado fora da vila de Mala Rogan, a leste de Kharkiv. - SERGEY BOBOK / AFP
01.abr.2022 - Um soldado ucraniano verifica os destroços de um tanque russo queimado fora da vila de Mala Rogan, a leste de Kharkiv. Imagem: SERGEY BOBOK / AFP

Ansa

08/04/2022 15h24

ROMA, 8 ABR (ANSA) - As autoridades ucranianas relataram nesta sexta-feira (8) que as tropas russas montaram na aldeia de Husarivka, na região de Kharkiv, uma câmara de tortura na qual civis, incluindo uma criança, foram queimados vivos após serem torturados.

A acusação foi feita pela polícia ucraniana em uma publicação no Facebook, conforme divulgado pela agência Unian, após a libertação da cidade no último dia 4 de abril.

Os supostos crimes do Exército russo no vilarejo do distrito de Izium estão sendo documentados pelos agentes de Kiev. De acordo com a investigação, exames dos corpos apontaram vestígios de abusos prolongados e tortura.

"Pessoas foram queimadas vivas. Uma criança foi torturada", disse a polícia, reforçando que os corpos mutilados dos cidadãos foram encontrados em uma casa particular, onde o escritório do comandante do Exército russo está há muito tempo.

O comunicado informa ainda que o cadáver de um homem que trabalhava como paramédico em um hospital foi encontrado perto de uma das instalações da Sociedade Agrícola da Husarivka.

"Durante a análise, os investigadores encontraram hematomas em seu corpo e rosto. As mãos do homem estavam amarradas atrás das costas. Um ferimento de bala foi encontrado no peito do homem.

Ele também foi torturado pelos militares russos", acrescentou a polícia.

Segundo as autoridades, "a investigação sobre os moradores locais da vila de Husarivka estabeleceu que atualmente há moradores desaparecidos", e o paradeiro é desconhecido".

A nova denúncia é feita após as tropas ucranianas recuperarem a cidade de Bucha das mãos dos soldados russos e encontrar centenas de corpos de civis pelas ruas e em valas comuns. Os possíveis crimes de guerra provocaram a condenação dos países ocidentais e resultaram em novas sanções contra o governo de Vladimir Putin.

Izium fica no leste da Ucrânia, na metade do caminho entre Kharkiv, segundo maior centro urbano do país.