Caças russos fazem voo rasante sobre destróier dos EUA

imagens gravadas por um celular mostram o voo rasante de dois caças russos sobre um navio da Marinha dos Estados Unidos.

Os jatos Sukhoi SU-24 sobrevoaram a embarcação mais de dez vezes em duas ocasiões diferentes no início desta semana.

O sobrevoo, que aconteceu em águas internacionais no mar Báltico, foi visto pelos EUA como uma tentativa de intimidação.

Como os jatos não tinham armamento, o destróier decidiu não revidar.

Para uma fonte do governo americano, a iniciativa russa foi "um dos atos mais agressivos da memória recente".

As manobras foram "inseguras, potencialmente perigosas" e "poderiam ter causado um acidente", disseram as autoridades americanas em um comunicado.

Ondas

Em dado momento, os caças estiveram a apenas nove metros da embarcação, provocando ondas ao redor do barco.

A Rússia pode ter violado o acordo de 1970 destinado a prevenir incidentes perigosos no mar, mas não está claro se os Estados Unidos vão fazer uma denúncia formal.

Um helicóptero russo que registrava fotos também sobrevoou o barco em sete momentos.

O destróier Donald Cook estava realizando exercícios de aterrissagem com um helicóptero quando as aeronaves russas sobrevoaram o navio, segundo um comunicado do Comando Europeu dos Estados Unidos.

As operações aéreas foram suspensas até os aviões deixarem a área.

Preocupação

No dia seguinte, um helicóptero russo KA-27 realizou voos em círculos perto do destróier.

A aeronave não respondeu aos alertas de segurança em inglês nem em russo.

"Estamos muito preocupados com as manobras aéreas inseguras e não profissionais da Rússia", disse o comunicado do governo americano.

"Essas ações têm o potencial de fazer escalar desnecessariamente as tensões entre os países e poderiam resultar em um erro de cálculo ou um acidente, deixando feridos ou mortos", acrescentou a nota.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos