Navio de carga desaparece no Atlântico após deixar o Brasil com 24 pessoas

Um grande navio de carga sul-coreano, que tinha 24 pessoas a bordo, desapareceu no Atlântico Sul. Segundo relatos, a embarcação tinha saído do Brasil.

Dois marinheiros filipinos foram encontrados em um bote salva-vidas e resgatados, informou a agência de notícias AFP, citando um porta-voz da Marinha uruguaia.

Na sexta-feira, um membro da tripulação enviou uma mensagem de texto dizendo que tinha água entrando no cargueiro Stellar Daisy, de 312 metros de comprimento.

A Marinha uruguaia alertou navios mercantes que estavam na área para iniciar uma busca. Um porta-voz da Marinha disse que eles relataram um forte cheiro de combustível.

As duas pessoas resgatadas foram encontradas por navios comerciais que ajudaram na busca, informou a agência de notícias Yonhap.

"A operação de busca continua para encontrarmos as outras 22 pessoas", disse à Reuters um oficial sul-coreano do Ministério das Relações Exteriores.

A Coreia do Sul também pediu ao Brasil e Uruguai para continuar as buscas, disse o oficial.

O navio, um gigantesco transportador de minério, com capacidade para carregar até 260 mil toneladas, estava sendo operado por uma empresa sul-coreana. A tripulação era composta por 16 filipinos e 8 sul-coreanos a bordo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos