PUBLICIDADE
Topo

Internacional

EUA denunciam que Rússia violou tratado de mísseis nucleares de médio alcance

Efe, Washington

28/07/2014 23h00Atualizada em 29/07/2014 08h32

Os Estados Unidos chegaram à conclusão que a Rússia violou o tratado de 1987 que proíbe o desenvolvimento e desdobramento de mísseis nucleares de alcance médio baseados em terra, o que constitui o mais sério descumprimento de uma obrigação de desarmamento por parte desse país.

Segundo revelou nesta segunda-feira o jornal "The New York Times", que cita como fontes altos funcionários americanos, o presidente Barack Obama enviou hoje uma carta a seu colega russo, Vladimir Putin, para transmitir-lhe o protesto.

O Departamento de Estado deve publicar amanhã seu relatório anual sobre o cumprimento dos tratados internacionais de desarmamento no qual figurará a constatação que a Rússia descumpriu o chamado Intermediate-Range Nuclear Forces Treaty (INF, na sigla em inglês).

A revelação representa um elemento a mais de tensão nas relações entre Estados Unidos e Rússia, confrontados há meses pelo asilo concedido por Moscou ao ex-funcionário terceirizado da Agência Nacional de Segurança (NSA), Edward Snowden, e pelo apoio russo aos separatistas da Ucrânia.

Segundo as fontes citadas pelo jornal, a Administração de Barack Obama chegou à conclusão no final de 2011 que a Rússia não estava cumprindo o tratado de desarmamento, considerado um dos acordos históricos com os quais se pôs fim à Guerra Fria, e que Moscou tinha testado mísseis de cruzeiro já em 2008.

Em maio de 2013 altos funcionários do Departamento de Estado notificaram os russos das suspeitas, mas só nos últimos meses a Administração Obama teve a certeza que os testes constituíam uma violação séria das obrigações sob o tratado.

"Os EUA determinaram que a Federação Russa viola suas obrigações sob o Tratado INF de não possuir, produzir ou realizar testes com mísseis de cruzeiro lançados da terra (GLCM), com uma capacidade de alcance de entre 500 e 5.500 quilômetros, ou de possuir ou produzir lançadores de ditos mísseis", afirma o relatório obtido pelo "NYT".

Na carta dirigida a Putin, o presidente americano expressa seu interesse em realizar um diálogo de alto nível com os responsáveis russos para preservar o tratado de 1987 e discutir as medidas que a Rússia deve tomar para cumprir os termos do acordo.

O Tratado INF foi assinado em Washington, em dezembro de 1987, pelo então presidente americano Ronald Reagan e o presidente soviético Mikhail Gorbachev, e é considerado a pedra angular dos acordos de desarmamento entre as duas superpotências.

Internacional