Serviço Secreto dos EUA nega ter gravações de Trump na Casa Branca

Em Nova York

  • Kevin Lamarque/Reuters

    Trump no Salão Oval da Casa Branca

    Trump no Salão Oval da Casa Branca

O Serviço Secreto dos Estados Unidos não possui cópias ou transcrições de "fitas" ou gravações feitas quando o presidente americano, Donald Trump, já estava na Casa Branca, segundo revelou nesta segunda-feira (12) o "The Wall Street Journal" após fazer uma petição de liberdade de informação à agência governamental.

Não obstante, o serviço secreto ter negado possuir registros não exclui a possibilidade de outra entidade tê-los criado, apontou o jornal, que pediu informações sobre gravações ou transcrições feitas a partir da posse de Trump, em 20 de janeiro.

"Em resposta à sua solicitação, o Serviço Secreto fez uma busca razoável de gravações sensíveis. Parece, segundo os principais índices do Serviço Secreto, que não há gravações concernentes à sua solicitação que estejam anotadas nesses índices", respondeu a agência.

As especulações sobre um sistema de gravação na Casa Branca surgiram no último dia 12 de maio, quando Trump apresentou a existência de "fitas" sobre seus contatos com o ex-diretor do FBI James Comey dentro das instalações da Casa Branca.

Em um tweet, Trump sugeria que convinha a Comey que não houvesse "fitas" de suas conversas com ele.

Ambos deram nos últimos dias versões diferentes sobre se o presidente pediu ao ex-diretor do FBI em fevereiro que abandonasse a investigação sobre os laços com a Rússia do ex-assessor de Segurança Nacional, Michael Flynn.

Trump evitou confirmar na última sexta-feira se tinha gravações de suas conversações com Comey, e disse que esclareceria esse assunto "em um período muito curto de tempo", ainda que a resposta pudesse "decepcionar" os jornalistas.

O Serviço Secreto utilizou sistemas de gravação na Casa Branca durante os mandatos de outros presidentes, como Richard Nixon e John F. Kennedy.

Esses tipos de gravações costumam estar propensas à Ata de Gravações Presidenciais e são entregues à Administração de Registros e Arquivos Nacionais quando o presidente deixa o cargo.

No entanto, as gravações presidenciais não são submetidas à Ata de Liberdade de Informação enquanto o presidente estiver no governo, segundo explicou a Administração de Registros e Arquivos Nacionais ao jornal.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos