Braço direito de Kim Jong-un é recebido por Pompeo em Nova York

Washington, 31 mai (EFE).- O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, recebeu na noite de quarta-feira o braço direito do governo da Coreia do Norte, Kim Yong-chol, em Nova York, informou o próprio chefe da diplomacia americana.

O objetivo do encontro, cujo conteúdo não foi divulgado, era preparar o terreno para a eventual cúpula entre o presidente americano, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un.

Embora Trump tenha cancelado na semana passada o encontro previsto para acontecer no dia 12 de junho, em Cingapura, os dois governos se reaproximaram logo depois e o presidente americano deixou as portas abertas para a histórica reunião.

De fato, Kim Yong-chol é o político norte-coreano do mais alto escalão a visitar os Estados Unidos em mais de duas décadas.

Durante o encontro de ontem, Pompeo ofereceu a Kim Yong-chol um jantar composto por um bife acompanhado de queijo e milho, disse o secretário de Estado, em seu Twitter.

Pompeo e Kim Yong-chol realizarão hoje novas reuniões e o secretário de Estado dará uma entrevista coletiva, às 14h15 (horário local, 16h15 de Brasília), onde existe a expectativa que revele se haverá ou não a cúpula.

Funcionários do Departamento de Estado explicaram que Pompeo já se encontrou com Kim Yong-chol em suas duas recentes visitas a Pyongyang.

Se for realmente realizado, o encontro entre Trump e Kim será o primeiro na história de líderes dos EUA e Coreia do Norte, após quase 70 anos de confronto que começou com a Guerra da Coreia (1950-1953) e de 25 anos de negociações fracassadas por conta do programa atômico de Pyongyang.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos