Topo

Em discurso a líderes do G20, Mauricio Macri defende Acordo de Paris

HO/AFP
O presidente da Argentina, Mauricio Macri, em discurso na sessão plenária do segundo dia do G20 Imagem: HO/AFP

01/12/2018 13h53

O presidente da Argentina, Mauricio  Macri, defendeu neste sábado o Acordo de Paris contra a Mudança Climática em discurso que abriu a segunda e última reunião da cúpula de líderes do G20, em Buenos Aires.

"A Argentina mantém seu forte compromisso com o Acordo de Paris, trabalhando na proteção das áreas marinhas e na redução de emissões de gases do efeito estufa", disse Macri.

Leia também:


O presidente argentino ainda disse que promove a agricultura sustentável no país e que o governo possui uma ambiciosa agenda de criação de parques nacionais de proteção ao meio ambiente.

"Em linha com a Agenda 2030, o desenvolvimento sustentável é o norte de todas as nossas metas econômicas, sociais e ambientais", destacou o presidente da Argentina no discurso.

A luta contra a mudança climática é um dos assuntos discutidos na reunião do G20 em Buenos Aires. O secretário-geral da ONU, António Guterres, que está na cidade, pediu que os líderes adotem novos e ambiciosos compromissos dentro do Acordo de Paris até 2020.

Além disso, será discutido na Cúpula do Clima da ONU deste ano (COP24), que começa nesta segunda-feira, na Polônia. No G20, França e China também defenderam que os países estabeleçam novas metas climáticas dentro de um acordo multilateral.

"Hoje vamos dialogar sobre como construir sociedades mais iguais e inclusivas, sobre a sustentabilidade climática e a resposta global à mudança climática", afirmou o presidente no discurso.

Para Macri, crescer com inclusão social e em equilíbrio com o meio ambiente é um dos principais desafios do século XXI.

"A sustentabilidade climática requer uma ação urgente e coletiva para não colocar em xeque o nosso futuro e o futuro das próximas gerações", disse o anfitrião da cúpula do G20.