PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Venezuela amanhece sem eletricidade pelo 2º dia consecutivo

26.mar.2019 - Vista geral do bairro de Altamira parcialmente iluminada durante uma queda de energia em Caracas, Venezuela - Federico Parra/AFP
26.mar.2019 - Vista geral do bairro de Altamira parcialmente iluminada durante uma queda de energia em Caracas, Venezuela Imagem: Federico Parra/AFP

27/03/2019 09h27

Milhões de venezuelanos amanheceram hoje, pelo segundo dia consecutivo, sem eletricidade em meio ao corte do fornecimento de energia que afeta quase todo o país desde a segunda-feira.

Embora o fornecimento em boa parte da Venezuela tenha sido retomado na noite de ontem, um novo corte generalizado ocorreu por volta das 5h locais (6h em Brasília) de hoje, segundo relatos de vários usuários nas redes sociais.

As informações do apagão chegam de praticamente todos os 23 estados do país e, até o momento, as autoridades não deram nenhuma informação sobre esta última interrupção.

Em Caracas, a Agência Efe pôde constatar que o serviço foi interrompido em pelo menos quatro zonas que já contavam com energia desde ontem à noite.

Venezuelanos que residem nos estados Trujillo e Falcón disseram à Efe que a luz voltou a ser cortada às 5h locais.

Enquanto isso, existem partes do estado de Zulia, no oeste do país e fronteiriço com a Colômbia, que acumulam 31 horas seguidas sem eletricidade desde o blecaute de segunda-feira, afirmaram alguns moradores à Efe.

Os problemas de eletricidade na Venezuela começaram na segunda-feira por volta de 1h30 com um primeiro corte, que foi seguido por um segundo às 21h50 do mesmo dia, quando o serviço começava a ser retomado.

O governo de Nicólas Maduro atribuiu os dois blecautes a sabotagens, sendo que o segundo foi provocado por um incêndio no pátio de transformadores da principal central elétrica do país, a de Guri.

A Venezuela já tinha sofrido um apagão no último dia 7, quando a maioria dos seus cidadãos passou quase uma semana sem luz e com o país praticamente paralisado.

O presidente Maduro ordenou desde ontem a interrupção das atividades trabalhistas e educativas hoje e, até agora, não há certezas sobre o pleno restabelecimento do fornecimento de energia elétrica.

Venezuela volta a decretar feriado após novo apagão

Band Notí­cias

Internacional