Topo

Evo Morales faz convites aos líderes do G7 para visita à Bolívia

5.dez.2017 - O Presidente da Bolívia, Evo Morales, durante visita ao Palácio do Planalto, em Brasília - Walterson Rosa/Framephoto/Estadão Conteúdo
5.dez.2017 - O Presidente da Bolívia, Evo Morales, durante visita ao Palácio do Planalto, em Brasília Imagem: Walterson Rosa/Framephoto/Estadão Conteúdo

25/08/2019 20h26

La Paz, 25 ago (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, convidou hoje os líderes do G7 para uma visita ao país, como parte da execução dos compromissos de cooperação para enfrentar os incêndios florestais registrados nos últimos dias.

"Saudamos a posição do G7, que anuncia vontade de oferecer ajuda urgente aos países atingidos pelo incêndio na Amazônia", escreveu o chefe de Estado, no Twitter.

"Convidamos o presidente irmão Emmanuel Macron e seus colegas a virem à Bolívia, para executar diretamente os compromissos de cooperação", completou o mandatário boliviano.

Segundo Morales, os integrantes do G7, que estão reunidos em Biarritz, na França, devem entender que os incêndios na Amazônia fazem com que seja urgente passar "da preocupação para a ação".

Além disso, o presidente da Bolívia lembrou que o Acordo de Paris prevê obrigações dos países industrializados na defesa e preservação do meio ambiente.

Hoje, Macron anunciou que os líderes dos países que integram o G7 --Alemanha, Canadá, Estados Unidos, Itália, Japão, Reino Unido e França--, que estão reunidos em cúpula, concordam com a necessidade de ajudar os países que estão lutando contra os incêndios.

Mais cedo, Morales afirmou ter recebido um comunicado da Chancelaria francesa, com proposta para a formação de uma "aliança" com objetivo de cuidar da biodiversidade em toda a região amazônica na América do Sul.

Na Bolívia, os incêndios já devastaram mais de 700 mil hectares de floresta na planície de Chiquitania, em área de transição entre a Amazônia e o Chaco. Um avião-tanque Boeing 747 Supertanker, o maior do tipo no mundo, está sendo usado no combate as chamas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Internacional