Presidente sírio diz que cessar-fogo não significa que partes vão "parar de usar armas"

Lisa Barrington e Tom Perry

Em Beirute

  • Reuters TV

O presidente sírio, Bashar al-Assad, disse nesta segunda-feira (15) que um cessar-fogo não significa que cada lado tem de parar de usar armas, e que ninguém é capaz de assegurar as condições para uma trégua dentro de uma semana.

"A respeito de um cessar-fogo, uma suspensão de operações, se aconteceu, isso não significa que cada parte vai parar de usar armas", disse Assad em Damasco, em comentários transmitidos pela televisão.

"Um cessar-fogo significa, em primeiro lugar, evitar que os terroristas reforcem suas posições. Circulação de armas, equipamentos ou terroristas, ou fortificação de posições, não serão permitidos", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos