Escombros prejudicam investigações da causa do acidente de trem em Nova Jersey

Dion Rabouin

De Nova York

  • Pancho Bernasconi/Getty Images/AFP

Investigadores averiguando por que um trem de Nova Jersey, nos Estados Unidos, bateu na estação de Hoboken, matando uma pessoa e ferindo outras 108, planejam entrevistar mais testemunhas neste sábado (1º) , já que o local continua perigoso demais para extrair dados de um segundo gravador.

O acidente da hora do "rush" da manhã de quinta-feira matou a brasileira Fabíola Bittar de Kroon, de 34 anos, natural de Santos, e derrubou colunas do prédio construído no começo do século XX, um grande ponto de trânsito para quem segue rumo a Nova York.

O dano às colunas deixou a estação instável e atrasou a extração de um gravador de dados e um gravador de imagens que poderiam ajudar a Comissão de Segurança do Transporte Nacional a entender as causas do acidente.

Testemunhas e fontes oficiais disseram que o trem chegou à estação muito rápido e nunca diminuiu a velocidade, mas não está claro o motivo.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos