Conteúdo publicado há 7 meses

Estado Islâmico assume autoria de ataque em Bruxelas que deixou 2 mortos

O Estado Islâmico assumiu a responsabilidade pelo ataque de segunda-feira em Bruxelas, segundo publicação no canal do grupo no Telegram nesta terça-feira, afirmando que um dos seus combatentes executou o ataque na véspera que matou duas pessoas.

Um homem suspeito de matar a tiros dois torcedores de futebol suecos e ferir outro em Bruxelas era um tunisiano de 45 anos que teve um pedido de asilo rejeitado em 2020, mas continuou a viver ilegalmente na Bélgica, segundo autoridades belgas.

Depois de uma caçada humana durante a noite, a polícia matou a tiros o suspeito em um café no distrito de Schaerbeek, no norte de Bruxelas, na manhã desta terça-feira.