PUBLICIDADE
Topo

Blocos de rua

O Vale é pop: Com show de Iza, trio celebra a diversidade em São Paulo

A cantora Iza se apresenta no bloco de carnaval Pop Como Te Gusta, no centro de São Paulo, durante o pré-carnaval deste sábado - Nelson Antoine/UOL
A cantora Iza se apresenta no bloco de carnaval Pop Como Te Gusta, no centro de São Paulo, durante o pré-carnaval deste sábado Imagem: Nelson Antoine/UOL

Sara Puerta

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/02/2019 14h01

Com show da cantora Iza, o bloco Pop Como te Gusta foi a alternativa do público LGBTQ de hoje do pré-carnaval em São Paulo no Vale do Anhangabaú. O desfile do trio, que está em em seu segundo ano de "vida", estava previsto para começar às 13h, porém teve início com mais de uma hora e meia de atraso, o que atraiu muito mais público nesse tempo, que em nada se incomodou em esperar.

Em sua estreia no Carnaval de rua, Iza foi condecorada com o título de rainha do bloco. Em entrevista ao UOL, ela, que é considerada uma das vozes no empoderamento feminino, deixou seu recado às mulheres: "Sejam cada vez mais donas de si mesmas, se cuidem, se protejam. Não aceitem nenhum mau trato e assédio".

O estudante de Geografia Luís Felipe Fortunato, 21, disse que a escolha em vir ao bloco "Pop" foi por ser essencialmente LGBT, diferentes dos outros que estavam rolando pela cidade.

"Não ia suportar aquela muvuca de 'caras' puxando as meninas que passavam, assediando", diz o estudante, que como um autêntico estudante de humanas escolheu uma fantasia engajada politicamente: estava vestido com laranjas, por conta das recentes denúncias de caixa 2 nas eleições.

Para Cíntia Prado, 26, bibliotecária, os blocos LGBTQ são muito mais divertidos e as pessoas querem é dançar muito. " Vim sozinha e para dançar até o fim. E me sinto totalmente segura".

Vitória Lopes, 21, estudante de design gráfico, mora em Curitiba, e ficará em São Paulo até o final do Carnaval aproveitando os blocos. " Acho SP muito melhor do que qualquer lugar para o Carnaval, porque tem opções para todos os tipos de músicas"

Ela e o primo, Matheus Henrique Brecha, 19, auxiliar de marketing, escolheram se fantasiar dos personagens do desenho animado " Padrinhos Mágicos".

"Aproveitamos para combinar com meu cabelo rosa natural... só que não, né. Somos os 'primos mágicos'.", brinca Vitória.

Também caprichando na fantasia, o médico, Pedro Medtaetz, 28, entre um mar de sereias, escolheu vestir uma rede com peixes presos, legging de escamas, para protestar contra a pesca predatórias". 

"Para mim Carnaval tem que se fantasiar. A graça dos blocos é essa!", conta.

O trio foi seguido pelas ruas do Centro ao som de pop - honrando o nome - com músicas coreografadas e cantadas em coro dos hits nacionais e internacionais. E ao que indica, em mais um ano, Anitta e Pablo promovem a catarse do rebolado até o chão.

Rainha do bloco

A cantora Iza foi convidada como Rainha do Bloco Pop Como te Gusta e se apresentou em frente à frente Prefeitura de São Paulo. 

Apresentada como "Diva do Pop" e escolhida por ser uma artista que respeita a diversidade, Iza fez uma apresentação com seus maiores hits, incluindo "Pesadão" e "Dona de Mim", cantados em coro.

No início, mandou no microfone "Respeita a gente!",  mais uma vez reafirmando sua posição de dona de si mesma e símbolo de empoderamento.

Sereianos invade centro de São Paulo

A região central de São Paulo também foi invadida por "criaturas marinhas", no Bloco Sereianos, que ocuparam a Praça da República. 

Em quatro anos de existência, o bloco tem público cativo que extrapola a comunidade LGBT como o artesão Daniel de Oliveira que veio no seu terceiro desfile do bloco vestido do personagem Aquaman. 

Apesar de ser hétero, ele elogiou o crescimento dos blocos LGBTs nos últimos dois anos: "São os melhores blocos, mais livres, as pessoas podem ir vestidas como elas querem". Para ele o cenário político pode ter influenciado um pouco no público este ano. "Era para estar bem mais lotado, mas acho que esse clima do novo governo pode ter inibido as pessoas de irem às ruas".

Blocos de rua