PUBLICIDADE
Topo

CarnaUOL

Rio de Janeiro


Bode é Lula? Integrantes do Tuiuti dizem se enredo homenageia ex-presidente

Felipe Fernandes desfilou como bode pelo Paraíso de Tuiuti - Rafael Lemos/UOL
Felipe Fernandes desfilou como bode pelo Paraíso de Tuiuti Imagem: Rafael Lemos/UOL

Rafael Lemos

Colaboração para o UOL

05/03/2019 05h32

Mais uma vez, a faixa presidencial foi o destaque no desfile do Paraíso do Tuiuti. Um ano após trazer um vampiro associado ao então presidente Michel Temer, a escola vestiu a faixa no bode - personagem principal do enredo "O Salvador da Pátria". Dessa vez, a referência seria ao ex-presidente Lula, o que a escola não nega e nem confirma. 

O enredo conta a história do Bode Ioiô, que virou personagem da cultura sertaneja ao ser eleito vereador em 1922, num ato de protesto em Fortaleza.

O presidente da escola, Renato Thor, é enigmático ao responder se o enredo tem referência a Lula.

"Independentemente de qualquer coisa, o Paraíso do Tuiuti é uma escola do povo, entendeu? Se quiser associar a uma coisa ou outra, o Paraíso do Tuiuti é como o amor: quanto mais, melhor", respondeu o dirigente na dispersão, onde o público exibia no setor 13 uma faixa com o texto "Lula livre". O fim do desfile foi recebido com gritos de "ele não", em protesto ao presidente Jair Bolsonaro. 

Igor Magalhães e Juliane Silveira, componentes do Paraíso de Tuiutí - Rafael Lemos/UOL
Igor Magalhães e Juliane Silveira, componentes do Paraíso de Tuiutí
Imagem: Rafael Lemos/UOL

O morador de Cuiabá, Felipe Fernandes, 29 anos, desfilou fantasiado de bode. Ele desconversa quando perguntado se o enredo é uma homenagem a Lula, mas admite que foi ele o motivo pelo qual escolheu sair no Tuiuti.

"Sou um eleitor que luto pelos meus direitos, independentemente de quem esteja no poder", argumenta o componente.

Felipe explicou o enredo com suas próprias palavras e afirmou ver um paralelo com o que chamou de golpe, em uma referência ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

"O presidente derrubou o bode, jogou o bode no público, para ganhar o poder. Ele deu o poder para o bode e depois tomou a faixa dele. É uma alusão ao golpe", explicou Felipe.

Outro componente, Igor Magalhães, 30 anos, afirma que não é eleitor do PT, mas não ficou incomodado com o tema.

"A gente particularmente não associou ao Lula. O público tem associado, mas nós não. Cabe a associação, mas o carnavalesco nunca vai falar diretamente. A escola tem eleitores da direita e da esquerda. Eu não sou eleitor do PT e nem do Lula, mas desfilo numa boa", disse Igor.

Qual foi a melhor escola da segunda noite de desfiles no Rio de Janeiro?

Resultado parcial

Total de 12552 votos
1,54%
Júlio César Guimarães/UOL
17,30%
Júlio César Guimarães/UOL
13,89%
Bruna Prado/UOL
4,34%
Júlio César Guimarães/UOL
22,29%
Júlio César Guimarães/UOL
32,00%
Bruna Prado/UOL
8,63%
Júlio César Guimarães/UOL
Total de 12552 votos

Valide seu voto

Rio de Janeiro