PUBLICIDADE
Topo

Chico Alves

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Governadores pedem IFA a embaixador chinês. Wanming pleiteia 'bom ambiente'

Reunião de governadores com embaixador chinês - reprodução
Reunião de governadores com embaixador chinês Imagem: reprodução
Chico Alves

Chico Alves é jornalista, por duas vezes ganhou o Prêmio Embratel de Jornalismo e foi menção honrosa no Prêmio Vladimir Herzog. Foi editor-assistente na revista ISTOÉ e editor-chefe do jornal O DIA. É co-autor do livro 'Paraíso Armado', sobre a crise na Segurança Pública no Rio, em parceria com Aziz Filho.

Colunista do UOL

20/05/2021 15h20

Quatro governadores fizeram hoje reunião virtual com o embaixador chinês Yang Wanming para prestar solidariedade contra ataques a seu país e para pedir celeridade no envio ao Brasil de insumos para vacinas. O diplomata alegou que o ritmo de liberação da matéria-prima tem a ver com a grande demanda de outras nações, mas confirmou a remessa ao Brasil de substâncias suficientes para 16,6 milhões de doses de vacinas. Wanming disse, no entanto, que "é necessário que o ambiente de boa relação entre Brasil e China seja nutrido".

Estiveram na reunião os governadores João Doria (PSDB-SP), Flávio Dino (PcdoB-MA), Waldez Góes (PDT -AP) e Wellington Dias (PT-PI). "Fomos manifestar em nome do povo brasileiro a nossa gratidão, o respeito ao governo chinês, na contramão de falas isoladas de uma ou outra autoridade brasileira", relatou Waldez Góes. Ele se refere ao presidente Jair Bolsonaro, seus familiares e ao ex-chanceler Ernesto Araújo.

"Procuramos não permitir que essas manifestações passem a ideia de que o povo brasileiro ou os governos estaduais pensam assim", disse o governador amapaense.

Góes conta que os governadores pediram ao embaixador que interceda junto ao governo chinês e aos laboratórios do país. "Fomos à reunião com a informação de que o ingrediente farmacêutico ativo (IFA) está disponível, mas algumas vezes essas manifestações ofensivas à China no Brasil dificultam um pouco", afirmou.

O embaixador disse que é cada vez necessário mais um ambiente político de reconhecimento mútuo. Ele reconheceu o esforço de governos estaduais nesse sentido.

Os governadores levantaram também a possibilidade de, em futuro próximo, os estados viabilizarem a compra direta da CoronaVac junto à China.