PUBLICIDADE
Topo

Chico Alves

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Flávio Dino diz que morte de jovem pela polícia tem investigação 'plena'

Ana Maria faz selfie com o filho, Hamilton César Lima Bandeira, e o pai dela, Plácido Ribeiro, de 99 anos - Arquivo pessoal
Ana Maria faz selfie com o filho, Hamilton César Lima Bandeira, e o pai dela, Plácido Ribeiro, de 99 anos Imagem: Arquivo pessoal
Chico Alves

Chico Alves é jornalista, por duas vezes ganhou o Prêmio Embratel de Jornalismo e foi menção honrosa no Prêmio Vladimir Herzog. Foi editor-assistente na revista ISTOÉ e editor-chefe do jornal O DIA. É co-autor do livro 'Paraíso Armado', sobre a crise na Segurança Pública no Rio, em parceria com Aziz Filho.

Colunista do UOL

24/06/2021 10h49

Apesar de a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão ter voltado atrás na decisão de afastar os policiais que mataram Hamilton Cesar Lima Bandeira, 23, o governador do estado, Flávio Dino (PSB), garantiu à coluna que a investigação do caso está sendo "plena". O rapaz tinha transtornos mentais e foi morto dentro da própria casa por agentes da Polícia Civil.

Na semana passada, Hamilton fez postagem nas redes sociais desejando "boa sorte" a Lázaro Barbosa, procurado há 15 dias em Goiás por assassinar uma família em Ceilândia (DF) e outros crimes. Os policiais foram à casa do rapaz, no município de Presidente Dutra, para investigar o caso como apologia ao crime e acabaram atirando contra ele, que morreu.

"Determinei a investigação plena e imediata. Isso está ocorrendo e na próxima semana a Secretaria de Segurança haverá um relatório", explicou o governador maranhense. "O que garanto é que a lei será cumprida, de acordo com os fatos que estão sendo apurados tecnicamente."

O afastamento dos policiais tinha sido anunciado, mas o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, voltou atrás e afirmou que não iria afastar os agentes por falta de elementos e que deixaria seguir as investigações.