Jamil Chade

Jamil Chade

Siga nas redes
Reportagem

Com 'Marighella', Cuba terá semana do cinema brasileiro

Havana receberá, a partir do dia 17 de fevereiro, a "Semana de Novo Cinema Brasileiro: do livro à imagem". A iniciativa ocorre às margens da Feira Internacional do Libro de Havana, na qual o Brasil é o país homenageado.

O projeto realizado pela Cinemateca de Cuba, Embaixada do Brasil e a Escuela Internacional de Cine y TV (EICTV), de San Antonio de los Baños.

O evento será inaugurado com O Beijo no Asfalto (2018, Murilo Benício). No total, serão sete longa-metragens premiados e 13 curtas dirigidos por alunos brasileiros da EICTV.

Na programação, quatro dos filmes são adaptações de obras literárias brasileiras, como O livro dos prazeres (2022, Marcela Lordy), inspirada na obra de Clarice Lispector.

Fazem ainda parte do evento El club de los ángeles (2022, Angelo Defanti), baseada na obra de Luis Fernando Verissimo, e ainda Eduardo e Mônica (2022, René Sampaio), inspirada na letra da canção de Renato Russo.

Um dos destaques ainda é a decisão de incluir no programa a biografia histórica Marighella (2019, Wagner Moura), obra que causou uma dura reação por parte das alas mais radicais do bolsonarismo.

Na lista dos curtas produzidos por brasileiros em Cuba inclui obras como La travesía (2019), Pattaki (2018), El mar también es suyo (2022), Aurora (2018) e Los niños lobo (2020), que traça o papel de um combatente cubano em Angola.

A partir do dia 15, Cuba ainda recebe cerca de 20 escritores brasileiros, entre eles Conceição Evaristo, Ailton Krenak e Socorro Accioli.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora