PUBLICIDADE
Topo

Ordem de discursos em convenção sugere que Kamala Harris será vice de Biden

Kamala Harris - Reprodução/Instagram
Kamala Harris Imagem: Reprodução/Instagram
Kennedy Alencar

O jornalista Kennedy Alencar é correspondente e comentarista da rádio CBN em Washington. Começou sua carreira em 1990 na “Folha de S.Paulo”, onde foi redator, repórter, editor da coluna “Painel” e enviado especial às guerras do Kosovo e Afeganistão. É autor do livro “Kosovo, a Guerra dos Covardes” (editora DBA). Na RedeTV!, apresentou durante cinco anos o programa de entrevistas “É Notícia” e mediou os debates presidenciais de 2010 e municipais de 2012. Estreou como comentarista da rádio CBN em 2011. Criou o "Blog do Kennedy" em 2013. Trabalhou no SBT entre 2014 e 2017. É produtor-executivo e roteirista do documentário “What Happened to Brazil”, realizado para a BBC World News. Com uma versão em português intitulada “Brasil em Transe”, o documentário retrata a crise que começa nas manifestações de junho de 2013, passa pelo impacto da Lava Jato e do impeachment de Dilma na política e na economia e resulta na eleição de Bolsonaro.

Colunista do UOL

11/08/2020 10h31

A programação dos discursos na Convenção Nacional Democrata sugere que a senadora Kamala Harris deverá ser a candidata a vice-presidente de Joe Biden.

Numa mensagem da campanha democrata enviada na manhã desta terça-feira, há previsão de que Kamala Harris faça o último discurso de um grupo de oradores antes da fala de familiares de Biden e do próprio candidato na quinta-feira dia 20 de agosto. A convenção acontecerá na semana que vem em Milwaukee, Wisconsin.

Harris, senadora democrata pela Califórnia, está entre as quatro mulheres mais cotadas para ser a companheira de chapa de Biden. Ela é uma das três negras que a imprensa americana destaca como mais prováveis. A governadora do Michigan, Gretchen Whitmer, é a única branca nessa G-4 democrata.

Na próxima segunda-feira, dia abertura da convenção, os discursos mais esperados são os do senador Bernie Sanders, nome da esquerda da democrata que foi o principal rival de Biden nas primárias, e de John Kasich, ex-governador de Ohio e republicano que defende o voto no democrata.

Na terça, entre outros, falarão o ex-presidente Bill Clinton e a deputada por Nova York Alexandria Ocasio-Cortez. Na quarta, a estrela será o ex-presidente Barack Obama.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.