PUBLICIDADE
Topo

Kennedy Alencar

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Lula erra ao dizer que "PSDB acabou" e dificulta ação tucana a seu favor

 Datafolha: Lula ganharia no 1º turno se eleição fosse hoje  -  O Antagonista
Datafolha: Lula ganharia no 1º turno se eleição fosse hoje Imagem: O Antagonista
só para assinantes
Kennedy Alencar

O jornalista Kennedy Alencar é correspondente e comentarista da rádio CBN em Washington. Começou sua carreira em 1990 na ?Folha de S.Paulo?, onde foi redator, repórter, editor da coluna ?Painel? e enviado especial às guerras do Kosovo e Afeganistão. É autor do livro ?Kosovo, a Guerra dos Covardes? (editora DBA). Na RedeTV!, apresentou durante cinco anos o programa de entrevistas ?É Notícia? e mediou os debates presidenciais de 2010 e municipais de 2012. Estreou como comentarista da rádio CBN em 2011. Criou o "Blog do Kennedy" em 2013. Trabalhou no SBT entre 2014 e 2017. É produtor-executivo e roteirista do documentário ?What Happened to Brazil?, realizado para a BBC World News. Com uma versão em português intitulada ?Brasil em Transe?, o documentário retrata a crise que começa nas manifestações de junho de 2013, passa pelo impacto da Lava Jato e do impeachment de Dilma na política e na economia e resulta na eleição de Bolsonaro.

Colunista do UOL

01/06/2022 11h24Atualizada em 01/06/2022 18h42

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva errou ao aumentar as resistências a ele no PSDB quando afirmou que o partido dos tucanos "acabou".

Na noite desta terça-feira, no lançamento de um livro sobre correspondências que recebeu na prisão, Lula disse: "Me prenderam achando que a gente ia ficar mais fraco. E a verdade é que vocês fizeram eu sair da cadeia muito mais forte do que quando entrei. Se eles achavam que iam banir o PT? Uma vez teve um senador do PFL que disse que era preciso acabar com 'essa desgraça do PT', o Jorge Bornhausen. O PFL acabou. Agora quem acabou foi o PSDB. E o PT continua forte, continua crescendo e [é] um partido que conseguiu compor a maior frente de esquerda já feita nesse país".

Um tucano que está na linha de frente das articulações para que integrantes do PSDB deem apoio a Lula no primeiro turno diz que o petista deu um "tiro no pé".

A afirmação de Lula soa arrogante e dá argumentos aos tucanos que afirmam que o PT sempre será um adversário pelo protagonismo no campo da centro-esquerda.

Para Lula, que tenta executar uma estratégia para vencer no primeiro turno, ele não ganha um voto tucano com esse tipo de afirmação. Soa arrogante e fora de hora, pois torna mais complicado, por exemplo, um apoio explícito do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Cascas de banana

No PT, há consenso de que Lula não deveria criticar Ciro Gomes e o PSDB. Também deveria esquecer de Sergio Moro e da Lava Jato neste momento da campanha. A hora é de tentar ampliar apoios para derrotar Bolsonaro. Ontem, Lula atravessou a rua para escorregar em mais uma casca de banana.