PUBLICIDADE
Topo

Tales Faria

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Com aumento do diesel, Bolsonaro trai outra vez os caminhoneiros

Tales Faria

Tales Faria largou o curso de física para se formar em jornalismo pela UFRJ em 1983. Foi vice-presidente, publisher, editor, colunista e repórter de alguns dos mais importantes veículos de comunicação do país. Desde 1991 cobre os bastidores do poder em Brasília. É coautor do livro vencedor do Prêmio Jabuti 1993 na categoria Reportagem, ?Todos os Sócios do Presidente?, sobre o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. Participou, na Folha de S.Paulo, da equipe que em 1986 revelou o Buraco de Serra do Cachimbo, planejado pela ditadura militar para testes nucleares.

Colunista do UOL

09/05/2022 15h15

Além dos sérios reflexos sobre a inflação e, portanto, sobre a campanha eleitoral do presidente Jair Bolsonaro, o aumento do diesel traz outro problema para o presidente: os caminhoneiros,

A categoria serviu como um dos principais apoios à eleição de Bolsonaro em 2018, além de ter sido decisiva para o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Na campanha eleitoral de 2018, Bolsonaro prometeu mundos e fundos aos caminhoneiros, inclusive segurar o preço do diesel. Não o fez e dificilmente poderá segurar novos aumentos no preço dos combustíveis até as eleições.

Os caminhoneiros se sentem traídos. Resta saber se o tamanho do descontentamento produzirá manifestações da categoria até as eleições. Bolsonaro e seus auxiliares rezam de mãos juntas para retardar qualquer movimento dos insatisfeitos, mas será difícil segurar.