PUBLICIDADE
Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


UOL Confere

Luis Fernando Verissimo não atacou Miriam Leitão por ler editorial da Globo

Arte/UOL
Imagem: Arte/UOL

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/08/2018 04h00

Mais um texto atribuído ao escritor Luis Fernando Verissimo passou a circular pelo WhatsApp em agosto. A mensagem seria uma carta aberta à jornalista Miriam Leitão, sua colega de coluna no jornal “O Globo”.

No texto, o escritor gaúcho estaria criticando Miriam Leitão por sua leitura do editorial da Rede Globo em resposta ao candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) após a sabatina na Globo News no dia 3 de agosto.

A jornalista teve de repassar o editorial, lido para ela no ponto eletrônico, sobre o apoio do jornal ao Golpe Militar de 1964. A coluna de Verissimo estaria criticando sua performance.

O texto falso começa assim: "Sra. Miriam Leitão, foi patética sua fala, imposta por terceiros, após a entrevista com Bolsonaro, na Globo News". A mensagem prossegue: “Sua leitura de um texto, determinado pela Direção do Grupo Globo, de forma imprevista, apresentou-a gaguejando, desorientada, míope em todos os sentidos e com um texto desconexo que não foi compreendido nem mesmo com uma segunda leitura.Servirá de exemplo aos estudantes e professores que não se deve improvisar, mesmo quando as ordens forem expressas de seus patrões. Onde estava seu profissionalismo e longa experiência ao pronunciar solenemente um texto, sem o seu conhecimento, sem leitura prévia, e ao vivo?”, questiona a suposta coluna.

“Apresente ao Conselho Gestor da bilionária família Marinho a gravação de sua fala e de sua indignação e constrangimento pelo papel ridículo que lhe impuseram e principalmente à história da imprensa livre no Brasil”, conclui o texto fraudulento. “Minhas sinceras lástimas."

FALSO: Luis Fernando Verissimo não é o autor do texto

O escritor gaúcho não atacou publicamente nem a colega nem o editorial. Em entrevista ao blog de Marina Caruso, na publicação carioca, Verissimo desmentiu a autoria da mensagem.

“Estou acostumado a me atribuírem autorias que não são minhas. Mas, nesse caso, fiquei chateado porque admiro muito a Miriam”, afirmou Verissimo à coluna.

Como o próprio escritor reconheceu, esta não é a primeira vez que lhe designam autoria a mensagens. A prática, na verdade, tem se mostrado cada vez mais comum entre as correntes da internet.

Miriam Leitão, que dessa vez foi alvo do texto, também já foi falsamente acusada de escrever mensagens de cunho político por correntes da internet. O UOL desmascarou uma fake news que lhe atribuía a autoria de um texto que criticava os beneficiários no Bolsa Família.

Isso não se mostra exclusivo de pessoas ligadas ao jornalismo: o UOL também já apurou um texto falsamente atribuído a Lulu Santos, que teria cobrado uma reforma política publicamente, e a camisa da popstar Madonna, que ganhou uma montagem com a estrela do PT.

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

UOL Confere