PUBLICIDADE
Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


UOL Confere

É falso que urnas adulteradas foram encontradas em Fortaleza

Informação falsa sobre urna eletrônica em Fortaleza teve mais de 1,4 mil compartilhamentos  - Arte/UOL
Informação falsa sobre urna eletrônica em Fortaleza teve mais de 1,4 mil compartilhamentos Imagem: Arte/UOL

Douglas Maia

Colaboração para o UOL, em Curitiba

29/11/2020 18h51

Com mais de 1,4 mil compartilhamentos até o início da noite de hoje (29), um vídeo circula pelas redes sociais com supostas provas de adulteração das urnas eleitorais em Fortaleza (CE).

No vídeo, um pequeno grupo de pessoas aparece ao lado de uma caminhonete e mostra que, na carroceria, há uma urna eleitoral. A legenda da postagem afirma, em letras maiúsculas que o caso se trata de "grave descoberta" sobre uma suposta "máfia das urnas adulteradas". E que as pessoas que saíam do carro seriam "cabos eleitorais do [candidato do PDT José] Sarto". A informação divulgada é falsa.

O vídeo mostra, na verdade, o transporte de uma urna reserva, que deveria ser trocada por uma urna que apresentou defeitos durante a votação. As pessoas no carro são funcionários do TRE-CE (Tribunal Regional Eleitoral).

No vídeo é possível ver, preso à caixa da urna, um documento com a logo do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em que se lê "UE de contingência", o que indica que a urna faz parte do processo de substituição de urnas defeituosas previsto pelo Tribunal. Segundo o TRE-CE, esse procedimento foi necessário para trocar 42 urnas em Fortaleza neste segundo turno.

O TRE-CE esclareceu em nota à imprensa que uma urna apresentou problemas de funcionamento durante a manhã de hoje na seção 141 da escola Professor Cesar Campelo, no bairro Conjunto Ceará II. Por volta das 11h30, segundo a assessoria do TRE, um carro oficial do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), a serviço da Justiça Eleitoral, estava realizando a substituição da urna defeituosa por uma urna de contingência, quando foi parado por eleitores que chamaram a polícia para denunciar o suposto crime eleitoral.

Após a chegada dos policiais, o caso foi esclarecido e os agentes do TRE foram liberados para seguirem com o procedimento, sendo acompanhados por dois eleitores, como testemunhas. O desfecho foi cortado do vídeo verificado pelo UOL, mas está documentado na ata da seção eleitoral.

Este não é o primeiro caso de denúncias infundadas de adulteração das urnas em Fortaleza este ano. No último dia 15 de novembro, um caminhão a serviço do TRE que recolhia as urnas foi denunciado à polícia por suposta fraude eleitoral. Na ocasião, o delegado responsável afirmou que não foi constatada qualquer irregularidade, conforme noticiado pelo jornal O Povo.

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

UOL Confere