Paul McCartney não dedicou música a Michelle Bolsonaro, como sugere vídeo

O cantor Paul McCartney não dedicou uma música a Michelle Bolsonaro, como sugere vídeo que circula nas redes sociais.

Na verdade, o vídeo é de 2010 e Paul se dirigia ao ex-presidente dos EUA Barack Obama e sua esposa, Michelle Obama.

A checagem foi sugerida ao UOL Confere pelo WhatsApp (11) 97684-6049.

O que diz o post

Um vídeo que circula no WhatsApp mostra o momento em que Paul McCartney introduz a música e diz "espero que o presidente me perdoe por cantar esta música", em seguida ele começa a canção "Michelle". Uma série de fotos da ex-primeira-dama brasileira Michelle Bolsonaro é inserida no recorte do vídeo.

Por que é distorcido

O cantor realmente se referia a um presidente e a uma Michelle, mas era o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e sua esposa, Michelle Obama. O show aconteceu na Casa Branca em 2010, quando Paul McCartney foi receber o prêmio Gershwin de canção popular.

O fato foi noticiado pela imprensa brasileira (veja aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui).

É possível conferir o vídeo nos arquivos da Casa Branca, no site oficial da administração Obama (veja aqui).

Continua após a publicidade

O ex-Beatle está no Brasil para uma série de shows que já passou por Brasília e Belo Horizonte, e agora segue para São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro.

Este conteúdo também foi checado por Boatos.org.

5 dicas para você não cair em fake news

Siga UOL Notícias no
UOL Confere

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes