Ponte Rollemberg-Vuolo não foi inaugurada no governo Bolsonaro, mas de FHC

É falso que a ponte Rollemberg-Vuolo tenha sido construída durante o governo de Jair Bolsonaro.

A travessia entre Mato Grosso do Sul e São Paulo foi inaugurada em 1998 pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso.

O que diz o post

Um vídeo com informações sobre a ponte rodoferroviária Rollemberg-Vuolo é compartilhado acompanhado da seguinte legenda: "UMA PONTE QUE QUASE NINGUÉM SABE DA SUA EXISTÊNCIA. PQ A MÍDIA LIXO ESCONDEU TODAS OBRAS DA GESTÃO DE BOLSONARO. UMA DAS GRANDES OBRAS DE ENGENHARIA DO GOVERNO BOLSONARO E TARCÍSIO.* *DIVULGUE, POIS A NOSSA MÍDIA COMUNISTA NÃO O FAZ".

Por que é falso

A ponte Rollemberg-Vuolo foi inaugurada em 1998 por Fernando Henrique Cardoso, como é possível verificar em notícia da época publicada pela Folha de S. Paulo (veja aqui). Ou seja, não se trata de uma obra do governo Bolsonaro (2019-2022).

Em 2002, a ponte rodoferroviária foi batizada com o nome Rollemberg-Vuolo. O projeto de lei foi sancionado pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso (veja aqui). A proposta foi aprovada na Câmara e no Senado antes da sanção presidencial no mesmo ano (confira aqui).

A ponte liga Aparecida do Taboado (MS) a Rubineia (SP) e passa sobre o Rio Paraná. Ela tem 3.700m de extensão, segundo a prefeitura de Aparecida do Taboado (veja aqui), e é composta de dois andares, o superior é rodoviário e leva o nome em homenagem ao deputado Roberto Rollemberg. Já o andar inferior é ferroviário e homenageia o senador Vicente Vuolo.

Este conteúdo também foi checado por Lupa e Boatos.org.

UOL Confere

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes