Refinaria Abreu e Lima não foi fechada no governo Bolsonaro

É falso que Lula (PT) reinaugurou a refinaria Abreu e Lima, como sugere um vídeo que viralizou nas redes sociais. Também não é verdade que a unidade teria sido fechada no governo Bolsonaro (PL).

Na verdade, o presidente anunciou a retomada das obras de expansão das instalações, paralisadas em 2015 na gestão de Dilma Rousseff (PT). Em nota, a Petrobras informou ao UOL Confere que as atividades na refinaria nunca foram suspensas e também desmentiu a demissão de 3 mil funcionários.

O que diz a postagem

Vídeo publicado no Instagram mostra Lula cercado por funcionários da refinaria Abreu e Lima, localizada no município de Ipojuca, na região metropolitana de Recife, durante cerimônia de retomada das obras de expansão, em 18 de janeiro. A gravação mostra ainda que o presidente tirou fotos e concedeu autógrafos aos trabalhadores.

"Lula chega a Pernambuco e reinaugura refinaria fechada pelo Bolsonaro" e "Lula mandou recontratar 3 mil trabalhadores demitidos pelo Bolsonaro", dizem as frases sobrepostas ao vídeo. Postagem também é acompanhada da música "Louca por Ti", da banda Calcinha Preta.

Por que é falso

Refinaria não teve atividades paralisadas. Segundo a Petrobras, as instalações funcionam sem interrupções desde o início da operação em 2014, inclusive durante a gestão de Jair Bolsonaro entre os anos de 2019 e 2022.

Não foram demitidos 3 mil pessoas no governo Bolsonaro, conforme a Petrobras. Porém, a autarquia reconheceu que houve desligamentos de funcionários pelas empresas contratadas após a conclusão da prestação de serviços, em 2014.

Governo federal e Petrobras sinalizaram que pretendem recontratar parte dos funcionários que atuaram na primeira fase de obras do empreendimento. Elas foram paralisadas em 2015, no governo Dilma, após os escândalos de corrupção denunciados pela Operação Lava Jato. Agora, o governo federal prevê a geração de 30 mil empregos diretos e indiretos.

Estamos em busca dessas pessoas, sobretudo da área do Cabo de Santo Agostinho e Ipojuca, que estiveram conosco lá atrás, já conhecem o trabalho, e são extremamente capacitadas Márcio Maia, gerente-geral da refinaria, em coletiva de imprensa em 17 de janeiro de 2024

Continua após a publicidade

Obras de expansão foram, de fato, retomadas, conforme divulgado pela Casa Civil (aqui) e pelo governo de Pernambuco (aqui). O projeto será realizado com recursos do Novo PAC e vai permitir o aumento da capacidade de processamento de petróleo de 100 mil para 260 mil barris por dia. A conclusão está prevista para 2028.

O conteúdo também foi checado pelo Aos Fatos.

Sugestões de checagens podem ser enviadas para o WhatsApp (11) 97684-6049 ou para o email uolconfere@uol.com.br.

Fabíola Cidral conta como reconhecer logo de cara uma fake news

Siga UOL Notícias no
UOL Confere

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes