PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Lanchonete é interditada por suspeita de usar ração canina para rechear salgados no Rio

Lanchonete no Rio de Janeiro foi fechada após denúncia sobre uso de ração canina - Guarda Municipal/Divulgação
Lanchonete no Rio de Janeiro foi fechada após denúncia sobre uso de ração canina Imagem: Guarda Municipal/Divulgação

Fabiana Marchezi

Colaboração para o UOL

21/02/2018 12h27

Uma lanchonete da Travessa Almerinda Freitas, em Madureira, na zona norte do Rio de Janeiro, foi interditada nesta terça-feira (20) pela Vigilância Sanitária sob suspeita de usar carnes misturadas com ração canina para rechear salgados. Os fiscais, após denúncia, encontraram outras irregularidades no estabelecimento. No local, havia baratas no congelador, alimentos com validade vencida e muita sujeira.

Ao todo, 79 quilos de alimentos foram descartados pelos fiscais. Três chineses foram detidos, já que resistiram às ordens e hostilizaram as autoridades diante do flagrante.

Ao UOL, a Guarda Municipal da cidade, que participou da ação, informou que o estabelecimento havia sido autuado no período da manhã da terça-feira e teve seu fechamento determinado. Entretanto, horas depois, a Vigilância recebeu uma denúncia informando que a lanchonete estava funcionando normalmente.

Leia também

Os fiscais voltaram de tarde e foram hostilizados pelos chineses, que se recusaram a fechar a lanchonete. Guardas Municipais foram acionados pelos fiscais da Vigilância e encaminharam os chineses à 29ª Delegacia de Polícia (Madureira), onde o caso foi registrado. Os chineses, proprietários da lanchonete, assinaram um Termo de Declaração por resistência.

À reportagem, a Guarda Municipal não soube informar se os chineses responderão por crime contra a saúde pública. O nome da lanchonete também não foi informado. Procurada, a Vigilância Sanitária não deu detalhes sobre o caso.

Cotidiano