Topo

PMs são oficialmente denunciados por matar sushiman em restaurante de SP

Getty Images
Imagem: Getty Images

Caio Coletti

Do UOL, em São Paulo

13/11/2019 11h54

Resumo da notícia

  • Dois PMs foram denunciados pelo MP-SP por matar sushiman em 2018
  • Leandro Santana dos Santos estava sofrendo aparente surto psicótico na ocasião
  • No entanto, o funcionário estava desarmado, e as ações dos oficiais foram consideradas excessivas
  • SSP-SP diz que enviou inquérito sobre o caso à Justiça

O Ministério Público do estado de São Paulo (MP-SP) formalizou a denúncia contra dois policiais militares, acusados de matar a tiros o sushiman Leandro Santana dos Santos, durante confronto ocorrido em 21 de novembro de 2018.

O funcionário do restaurante Jam Ware House, no bairro Itaim Bibi, Zona Sul de São Paulo, estava sofrendo um aparente surto psicótico quando os policiais Felipe Duzzi e João Henrique Gubolin chegaram ao local.

Após diálogo com os policiais, Leandro Santana dos Santos permitiu que os outros funcionários e frequentadores do estabelecimento deixassem o local. Quando os oficiais tentaram se aproximar, no entanto, ele atirou uma faca da cozinha na direção deles.

Os policiais revidaram a investida com disparos de arma de choque e balas de borracha. Leandro, então, correu para trás do balcão, momento no qual os oficiais sacaram suas armas e dispararam cinco tiros contra o sushiman

"Evidente [...] a desnecessidade naquele instante das investidas providenciadas pelos increpados, os quais agiram com deliberado excesso", escreveu o promotor Rodrigo Merli Antunes na denúncia, citando ainda que a própria Corregedoria da Polícia Militar chegou a mesma conclusão.

O promotor recomenda que os acusados sejam ouvidos e que o caso prossiga em trâmite na Justiça. Ainda não há data marcada para as próximas estapas do processo.

Respostas

A Secretaria de Segurança Pública do estado de São Paulo (SSP-SP) respondeu ao UOL que o inquérito policial instaurado pelo 15º DP foi relatado à Justiça em 21 de outubro, após a conclusão das investigações que apontaram legitimidade na ação.

"O inquérito concluído pela Polícia Militar também foi encaminhado ao Judiciário", acrescentou a Secretaria.

Advogados da família do sushiman Leandro Santana dos Santos e dos policiais citados na denúncia não foram localizados pela equipe do UOL para comentar o caso.

Ouça o podcast Ficha Criminal com as histórias dos criminosos que marcaram época no Brasil.

Este e outros podcasts do UOL estão disponíveis no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Cotidiano