PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Homem furta carro funerário que transportava corpo e sofre acidente em SC

Giorgio Guedin

Colaboração para o UOL, em Blumenau (SC)

17/01/2021 22h40Atualizada em 18/01/2021 11h23

Um homem de 22 anos furtou um carro funerário com um corpo dentro na noite de ontem, em Laguna, no litoral sul de Santa Catarina. Minutos depois, ele se envolveu em um acidente de trânsito. O suspeito foi hospitalizado e detido.

O agente funerário havia estacionado o carro em frente a uma floricultura, porque ia comprar flores para um velório. Conforme a dona da floricultura relatou ao UOL, a loja não estava aberta, funcionando apenas em esquema de plantão.

Uma das câmeras de monitoramento do estabelecimento flagrou o momento em que o homem entra no carro e sai dirigindo. A chave estava na ignição do veículo.

"O agente funerário chegou por volta das 20h50. Às 20h54, ele foi sair com as flores, e o carro não estava mais ali. Como de costume, ele desceu só para escolher as flores, assinar a notinha e sair. [Essa ação] Não dá mais que quatro minutos", afirmou Elisângela de Castro Alves, proprietária do estabelecimento.

Elisângela e o agente funerário visualizaram as imagens da câmera de segurança e acionaram a Polícia Militar, que minutos depois compareceu ao local e iniciou as buscas pelo carro.

A empresária afirma que a região é movimentada e segura e que, em 27 anos do estabelecimento comercial, nunca havia passado por situação semelhante.

Carro caiu em um barranco

A cerca de 50 quilômetros do local do furto, o homem se envolveu em um acidente, na SC-390, na cidade de Pedras Grandes. Conforme a Polícia Militar Rodoviária, que atendeu a ocorrência, ele saiu da pista e caiu em um barranco.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e constatou que o homem estava consciente, mas desorientado e com sinais de embriaguez. Por estar dirigindo um veículo com registro de furto, recebeu voz de prisão. Ele foi encaminhado ao hospital e na sequência, conduzido até a delegacia da cidade de Tubarão.

Os policiais informaram que o homem iria visitar um parente em Orleans, a cerca de 40 quilômetros do acidente. A funerária acionou outro veículo para dar andamento aos ritos fúnebres em Laguna.

Cotidiano