PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
15 dias

Roubo de fiação deixa UBS sem luz e estraga quase 200 doses de vacina em MT

Fios que foram furtados de UBS em Comodoro (MT)  - Divulgação/Polícia Civil
Fios que foram furtados de UBS em Comodoro (MT) Imagem: Divulgação/Polícia Civil

Simone Machado

Colaboração para o UOL

13/04/2021 10h53

Um homem de 31 anos foi preso, ontem, suspeito de furtar a fiação elétrica de um posto de saúde, em Comodoro, cidade a cerca de 640 km de Cuiabá (MT), no domingo (11). O furto da rede elétrica deixou o posto de saúde sem energia causando a perda de 191 doses da vacina contra a covid-19.

De acordo com a Polícia Civil, o furto foi registrado na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Cristo Rei na noite de domingo. Toda a fiação que existia entre o padrão de energia e o posto de saúde foi levada, deixando o local totalmente sem energia elétrica.

No posto de saúde havia uma geladeira onde diversas doses de vacinas, contra várias doenças, estavam armazenadas e foram todas perdidas devido à falta de refrigeração gerada pelo furto dos fios. Entre os imunizantes havia 191 doses de vacina contra a covid-19, que também foram perdidas. O município não informou quantas doses de vacinas contra outras doenças foram perdidas no total.

O delegado Ricardo Marques Sarto relata que os investigadores chegaram até o suspeito depois de percorrerem locais que trabalham com a compra e venda de cobre na cidade.

"Assim que soubemos do furto da parte elétrica do posto de saúde no domingo começamos as diligências no local e tentamos imagens de câmeras de segurança do bairro, mas sem sucesso. Na segunda-feira fomos até estabelecimentos onde esse material de cobre poderia ser vendido e conseguimos informações de uma pessoa que estaria tentando vender o produto. Os policiais conseguiram informações dessa pessoa e conseguiram localizá-lo", explica o delegado.

Na casa do homem, em um loteamento da cidade, a polícia encontrou diversos fios de energia encapados e outros já desencapados prontos para serem vendidos, disjuntores e ferramentas usadas para furtar os fios. O homem não teve a identidade divulgada.

O suspeito teria confessado aos policiais a autoria de outros quatro furtos de fios ocorridos entre sábado e domingo na cidade. Ele foi levado até a delegacia e aguarda audiência de custódia, que será realizada na tarde de hoje.

"Ele já tem duas passagens policiais pelo mesmo motivo no estado de São Paulo. Após a divulgação do caso outras vítimas estão surgindo e nos procurando", acrescenta Sarto.

Coronavírus