PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Mulher é agredida e tem corpo coberto de tintas, em Goiânia

Mulher ficou com o corpo encoberto com tinta branca após agressão - Reprodução/ TV Anhanguera
Mulher ficou com o corpo encoberto com tinta branca após agressão Imagem: Reprodução/ TV Anhanguera

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/10/2021 18h10Atualizada em 21/10/2021 18h10

Uma mulher de 26 anos precisou ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros de Goiânia após ser agredida e ter o corpo coberto de tinta, na madrugada de hoje. O principal suspeito do crime é o marido da vítima, segundo a Polícia Militar.

Por volta das 4h30, a moradora do Setor Faiçalville, que não teve o nome divulgado, pediu ajuda a vizinhos após ser agredida. Ela relatou aos policiais que, durante uma discussão, o marido jogou uma lata de tinta óleo em seu corpo e fugiu, na sequência. Ela foi socorrida ao Hospital de Urgências de Goiânia.

Segundo a assessoria de imprensa do hospital, a paciente passou por um procedimento de limpeza da tinta com aguarrás e segue internada. O estado de saúde dela é regular e ainda não há previsão de alta.

Um boletim de ocorrência de agressão foi registrado. Até o momento o marido da vítima não foi localizado pela polícia.

Riscos

Grande parte das tintas vendidas no Brasil contém diversos pigmentos tóxicos em sua composição.

O contato direto com tintas ou a inalação por tempo prolongado podem causar problemas de saúde, como intoxicação, irritação nos olhos, dor de cabeça e enjoos, além de irritação na pele e mucosas.

Cotidiano