PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
6 meses

Idosa com boia e homem no telhado; veja resgates dramáticos na Bahia

Do UOL, em São Paulo

27/12/2021 10h32Atualizada em 27/12/2021 14h44

Com as casas invadidas pela água das fortes chuvas e inundações provocadas pela cheia do rio Jiquiriça, 16 moradores de Ubaíra foram resgatados por equipes do Graer (Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia) ontem. A maioria precisou ser retirada pelo telhado devido à altura da água.

De acordo com a SSP-BA (Secretaria da Segurança Pública da Bahia), as vítimas foram retiradas com a utilização de uma espécie de cesto acoplado à aeronave, devido a impossibilidade de entrada nos imóveis, e não houve feridos. O vídeo com o resgate de um morador foi compartilhado pelo governador do estado, Rui Costa (PT).

O helicóptero da PM decolou de Salvador na parte da manhã para a operação de resgate. "A única forma de resgate era através de uma aeronave. Utilizamos uma técnica chamada 'puçá', ou seja, um cesto vertical com um policial militar para conseguirmos resgatar essas 16 pessoas através telhados das casas com o helicóptero a baixa altura, diminuindo assim o tempo resposta e otimizando recursos materiais e humanos no processo do salvamento", disse o tenente-coronel Wolney, comandante do Graer.

Ao comentar a publicação, Costa voltou a pedir para a população procure locais seguros. "Quero também pedir que as pessoas que estão em áreas de risco nesses municípios mais atingidos, onde está ocorrendo a elevação do nível da água, deixem suas casas e busquem locais seguros", escreveu ele nas redes sociais.

Este é um dos vários resgates dramáticos realizados por policiais e bombeiros nos últimos dias, nas áreas mais afetadas pelas chuvas na Bahia.

Em Itabuna, no sul do estado, a tempestade que caiu no dia do Natal exigiu uma mobilização dos moradores do Bairro de Sarinha. Após quase 12 horas de tentativas frustradas por parte dos bombeiros e da Defesa Civil, a vizinhança conseguiu resgatar a idosa Anísia Gomes, de 102 anos, da laje da casa onde ela mora. Um homem também foi resgatado após ficar ilhado com água na altura do peito em sua casa.

Em Itapetinga, no sudoeste da Bahia, o rio Catolé transbordou no sábado (25). Na madrugada de hoje (27), uma idosa é retirada da água e colocada em um bote salva-vidas.

Segunda prefeitura, são 300 desabrigados —acolhidos em abrigos— e 2000 desalojados, pessoas obrigadas a abandonar suas casas, mas que não precisam de abrigo do governo.

Pacientes e trabalhadores do Hospital Regional do Cacau, na cidade de Ilhéus, também no sul da Bahia, precisaram ser transportados com auxílio do Corpo de Bombeiros, devido ao alagamento no acesso à unidade, que foi causado pelas chuvas.

Ainda em Ilhéus, a empresária Júlia Netto usou as redes sociais para pedir ajuda para ela e os familiares que estavam em uma casa que foi praticamente coberta pela água. Segundo ela, outras 14 pessoas só oram resgatadas na casa hoje, entre elas, os avós e o sobrinho de 1 ano e 5 meses.

No total, as chuvas no sul da Bahia deixaram 19.580 desalojados, dois desaparecidos e 18 mortos. Os dados foram atualizados no fim da tarde de ontem pela Defesa Civil. A estimativa da população total afetada é de 430.869 pessoas. Ao todo, são 72 municípios em situação de emergência reconhecida pelo governo estadual.

Cotidiano