PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Rio: casal de idosos é morto a facadas em condomínio no Jardim Botânico

Geraldo Coelho e Osélia Coelho junto com o filho - Reprodução
Geraldo Coelho e Osélia Coelho junto com o filho Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

25/06/2022 15h42Atualizada em 25/06/2022 18h50

Um casal de idosos foi encontrado morto na madrugada deste sábado (25), em um apartamento no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio. Os corpos de Geraldo Pereira Coelho, 73 anos, e Osélia da Silva Coelho, 72, estavam no sofá-cama.

O suspeito do crime é o oficial da Marinha Cristiano da Silva Lacerda, 40 anos. Ele foi preso após ser encontrado dentro da cama-baú do quarto do ex-namorado e filho das vítimas, o professor de inglês Felipe da Silva Coelho. O suspeito estava ferido e inconsciente.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro informou que, de acordo com a Delegacia de Homicídios da Capital, o autor foi detido por policiais militares e autuado em flagrante pela morte do casal.

O oficial da Marinha está internado no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, e segue com escolta policial.

Horas após o assassinato, o filho das vítimas postou uma homenagem nas redes sociais: "Pra sempre juntos, nos braços do Pai. Meus amores eternos".

Fim do relacionamento

Em entrevista a O Globo, Felipe disse que conheceu Cristiano há cerca de dois anos. O professor de inglês morava em Fortaleza e se mudou para o Rio por causa do relacionamento.

Em abril deste ano, os dois brigaram, e Cristiano teria agredido o companheiro, segundo Felipe contou a O Globo. Ele resolveu acabar com o relacionamento e afirma que continuou morando com Cristiano até encontrar um apartamento.

​  O oficial da Marinha Cristiano da Silva Lacerda - Reprodução  - Reprodução - Reprodução
O oficial da Marinha Cristiano da Silva Lacerda
Imagem: Reprodução

No dia 17, Geraldo e Osélia vieram para o Rio para visitar o filho e ficaram hospedados no apartamento no Jardim Botânico. Voltariam para Fortaleza no início da próxima semana.

Na noite de sexta-feira, o professor de inglês saiu sozinho, enquanto os pais dele e Cristiano ficaram em casa.

De acordo com Felipe, o oficial da Marinha mandou uma mensagem dizendo que a mãe do professor de inglês estava passando mal. Ele voltou imediatamente. Quando chegou, encontrou os pais mortos. Gritou e pediu ajuda para os vizinhos. Bombeiros e policiais militares foram para o local.

Cotidiano