Conteúdo publicado há 2 meses

Genro de Abdelmassih: PM acertou ao agir e errou na execução, diz delegada

O policial militar acertou ao agir durante assalto no bairro Morumbi, em São Paulo, mas errou ao matar o empresário Denis Roberto Piccoli Ramos, genro do ex-médico Roger Abdelmassih, afirmou a delegada Ivalda Aleixo durante o UOL News desta terça-feira (28).

Ele presenciou que o roubo ia acontecer, provavelmente entendeu que poderia interferir e evitar aquele roubo. Ele agiu corretamente porque nós somos policiais 24 horas. [...] Ele se identifica como polícia, um dos assaltantes já dispara contra ele, ele revida, acerta dois dos assaltantes e verifica o que está acontecendo lá dentro.
Ivalda Aleixo, delegada da Polícia Civil

Realmente, esse erro que aconteceu, nós temos até previsão no código penal, que diz que foi um erro na execução. Ele estava agindo corretamente porque ele estava supondo que estava mirando, alvejando ou impedindo que aquela agressão continuasse, mas ele erra a pessoa.
Ivalda Aleixo, delegada da Polícia Civil

A delegada afirma que a atitude do policial militar é legal, pois ele estava tentando impedir um assalto e na sequência uma agressão, ainda que não soubesse que a vítima agredia o suspeito.

A ação dele é legal, é lícita, quando ele está impedindo o assalto e tenta impedir a agressão que supostamente a vítima estava sofrendo, que era o capacete.
Ivalda Aleixo, delegada da Polícia Civil

No caso o Denis que estava batendo com o capacete no Gabriel, que estava no chão já. A ação dele, que vamos apurar exatamente, mas em um primeiro momento ele agiu a mais do que se esperava do policial que vai enfrentar três sozinho. Ivalda Aleixo, delegada da Polícia Civil

O policial já foi indiciado por homicídio culposo por uma das mortes — foram três no total —, a do empresário. As outras duas mortes dos suspeitos ainda precisam de perícia para conclusão de inquérito.

O policial responde por homicídio culposo por ter acertado a vítima, porque ele alvejou a vítima, não o assaltante. Ele não tinha essa intenção, mas aconteceu. Ivalda Aleixo, delegada da Polícia Civil

As duas outras mortes são tratadas decorrentes de intervenção policial. Para nós, do DHPP, temos que verificar a ação do policial nessas duas mortes. Ivalda Aleixo, delegada da Polícia Civil

Continua após a publicidade

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Veja a íntegra do programa:

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes