400 mil flores, Safadão: o milionário casamento de filha de 'barão da soja'

A filha de um dos "barões da soja" fez uma festa milionária para comemorar seu casamento, com direito a 220 mil botões de rosas brancas, 25 dias de montagem e shows de Wesley Safadão e Matheus & Kauan.

A noiva, Rayssa Scheffer, é filha de Elusmar Maggi Scheffer, um dos donos do Grupo Bom Futuro, um dos maiores produtores de soja do Brasil. Ela subiu ao altar com o empresário Nivaldo Santiago no Centro de Eventos Pantanal, em Cuiabá (MT), no último sábado (25).

Elusmar ficou famoso em 2021 após doar R$ 1 milhão ao Internacional para que o lateral-direito Rodinei pudesse jogar contra o Flamengo na 'decisão' do Campeonato Brasileiro. O valor foi utilizado para pagar a multa imposta no contrato do jogador, que tinha chegado a Porto Alegre emprestado pelo rubro-negro.

A festa em números:

O evento teve 14 horas: duas de cerimônia e 12 de festa.

1.075 convidados estavam presentes.

A decoração contou com 140 mil ramos de flores no teto, 220 mil botões de rosas brancas, 5 mil mudas de tulipas e 35 mil mudas de orquídeas.

Decoração do casamento incluiu: 140 mil ramos de flores no teto, 220 mil botões de rosas brancas, 5 mil mudas de tulipas e 35 mil mudas de orquídeas
Decoração do casamento incluiu: 140 mil ramos de flores no teto, 220 mil botões de rosas brancas, 5 mil mudas de tulipas e 35 mil mudas de orquídeas Imagem: Reprodução/Torin Zanette

O evento ocupou 4.670 m² do salão principal, 990 m² de camarins para os artistas contratados e 350 m² de cozinha.

Continua após a publicidade

662 pessoas trabalharam no dia do evento e outras duas mil indiretamente — prestando serviço antes da festa.

Levou um ano e meio de planejamento para que tudo ficasse pronto, com 183 contratos fechados com fornecedores.

Rayssa ao lado do pai, Elusmar Maggi Scheffer
Rayssa ao lado do pai, Elusmar Maggi Scheffer Imagem: Reprodução/Torin Zanette

A montagem no Centro de Eventos do Pantanal começou 25 dias antes da festa.

O corredor para o salão da festa foi enfeitado com 600 quadros pintados pela noiva, que é artista plástica; eles foram entregues como lembrancinhas após a festa.

Quadros feitos pela própria noiva foram lembrancinha para convidados
Quadros feitos pela própria noiva foram lembrancinha para convidados Imagem: Reprodução/Torin Zanette
Continua após a publicidade

A mesa de doces tinha 7 mil quitutes assinados por Pati Piva, confeiteira famosa de São Paulo.

Três chefes fizeram três cardápios diferentes: um para os artistas, outro para convidados e um terceiro para o staff.

Corredor para entrada dos noivos foi decorado com milhares de botões de rosa
Corredor para entrada dos noivos foi decorado com milhares de botões de rosa Imagem: Reprodução/Torin Zanette

Projeto teve perfume especial e iniciais dos noivos até no banheiro

Depois da cerimônia religiosa, que também aconteceu no Centro de Eventos do Pantanal, os convidados foram levados para um coquetel com serenata de violinos, que durou mais ou menos 30 minutos.

De lá, eles seguiram para um corredor totalmente enfeitado com os quadros feitos pela noiva, que levava até o salão principal. Lá, todos assistiram aos shows de Wesley Safadão, Matheus & Kauan, Thiago Abravanel, DJ Vintage e Família Lima.

Continua após a publicidade

O ambiente era perfumado com uma fragrância da escolha dos noivos, assinada por Tânia Bulhões, marca de luxo com produtos de decoração e aromas.

Rayssa Scheffer e Nivaldo Santiago se casaram em cerimônia milionária em Cuiabá (MT)
Rayssa Scheffer e Nivaldo Santiago se casaram em cerimônia milionária em Cuiabá (MT) Imagem: Reprodução/Torin Zanette

Nos banheiros, os papéis toalha e os papeis "de boca" eram de seda javanesa — um tecido nobre — e também tinham as iniciais do casal: "R & N".

O monograma do casal também estava nas roupas dos garçons, nos móveis do salão principal e no hall de entrada, onde duas "letras caixas" de 7 metros de altura estampavam as iniciais.

Rayssa usou sapatos Jimmy Choo e vestido de noiva Paulo Dolce
Rayssa usou sapatos Jimmy Choo e vestido de noiva Paulo Dolce Imagem: Reprodução/Torin Zanette

A organização da festa reuniu profissionais de vários estados e teve um esquema de segurança com pelo menos 80 homens e viaturas particulares.

Continua após a publicidade

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora