Delegada é exonerada dias após denunciar furto de armas da polícia na Bahia

Uma delegada da Polícia Civil da Bahia foi exonerada dias após relatar furto de armas na delegacia que atuava.

O que aconteceu

A exoneração de Patrícia Pinheiro Crisóstomo do cargo de delegada titular de Ituberá foi publicada ontem. Não há no documento justificativa para a exoneração.

A Polícia Civil disse que a delegada será redesignada e continuará em atividade em outra unidade. O atendimento da delegacia da qual ela era titular continuará na região, informou nota.

O órgão também afirmou que a exoneração é um ato administrativo que faz parte do dia a dia e que "cargos de titularidade são de livre exoneração".

Denúncia sobre armas furtadas

O vídeo que mostrava a delegada denunciando o furto de uma submetralhadora e uma espingarda foi publicado nas redes sociais no sábado (2).

Nas imagens, ela contou que passou pelo local e notou a invasão. A delegada mostrou o local pelo qual os suspeitos entraram e disse que ficaria a madrugada na delegacia para evitar mais furtos.

Patrícia também criticou a falta de apoio da própria polícia. Segundo ela, não foi enviada nenhuma equipe para a delegacia, mesmo após o relato sobre as armas roubadas.

Continua após a publicidade

A delegada disse, ainda, que tinha acionado o Ministério Público para que as armas e drogas fossem retiradas do local antes da invasão. Ela contou que fez isso porque a delegacia já tinha sido arrombada outras vezes.

O caso do furto das armas é investigado pela 5ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior. Ninguém foi preso por envolvimento com o crime até a manhã de hoje.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora