Caso Hadassa: Suspeito de envolvimento no sumiço de menina é preso no RJ

Um homem foi preso em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, neste domingo (10), por suspeita de envolvimento no desaparecimento de Kemilly Hadassa Silva, de 4 anos.

O que aconteceu:

O suspeito foi encontrado pela polícia detido por populares após ter confessado o crime. Kemilly Hadassa Silva sumiu entre a noite de sexta-feira (8) e a madrugada de sábado (9), na comunidade Beira Rio, no distrito de Cabuçu, em Nova Iguaçu.

O suspeito é primo da mãe de Hadassa. A família da vítima aponta o homem preso como o responsável pelo desaparecimento da menina

A reportagem apurou que o homem foi agredido e foi necessário o apoio dos policiais para cessar a violência. Ele foi encaminhado para a 56ªDP (Comendador Soares), em Nova Iguaçu e será ouvido no Setor de Descoberta de Paradeiros da DHBF.

A Polícia Militar chegou até o bairro Campo Alegre após uma ligação de denúncia. O solicitante disse aos agentes que um homem teria confessado o homicídio

Uma casa, que ainda não se sabe se é do suspeito, foi interditada realização de perícia. Havia marcas de sangue na residência.

Os agentes também tentam desde sábado localizar a criança, que ainda não foi encontrada. A corporação busca esclarecer todos os fatos, informou a Polícia Civil.

'Quero minha filha', diz mãe

Parentes de Hadassa estavam na frente da 56ªDP nesta tarde para pedir respostas para o caso, segundo informou o jornal O Globo.

Continua após a publicidade

A mãe da menina, Suellen Roque da Silva, estava gritando "quero minha filha", enquanto era amparada pela irmã, chamada Mônica.

"Eu só quero o corpo da minha filha. Meu sonho era fazer a festa dela de 15 anos. Tem quatro anos que crio ela sozinha", disse Suellen ao jornal.

Hadassa é a única menina entre cinco filhos de Suellen. Os meninos têm 2, 7, 8 e 9 anos. "Ela era uma boneca. Adorava usar maquiagem e me perguntar se estava bonita. Pedi muito a Deus pela vinda dela ao mundo. Fiz até propósito para ter ela. Os irmãos dela estão chorando muito", completou.

Entenda o caso:

Kemilly Hadassa Silva desapareceu na noite de sexta-feira (8). Ela estava em casa com dois irmãos, de 7 e 8 anos, na comunidade Beira Rio, no distrito de Cabuçu.

Segundo o Globo, a mãe das crianças, Suellen, de 29 anos, saiu de casa por volta das 23h de sexta-feira (8) e deixou as crianças sozinhas e dormindo na cama. Quando voltou, em torno das 5h de sábado (9), Hadassa não estava mais na cama. Não há informações sobre para onde a mãe das crianças foi quando deixou as crianças sozinhas.

Continua após a publicidade

Os irmãos não notaram quando Hadassa sumiu. A residência da família fica no mesmo terreno onde moram outros parentes de Hadassa, porém, ninguém disse ter percebido a presença de estranhos no local durante a madrugada.

Após o sumiço, diversos familiares e internautas compartilharam cartazes com a foto da menina para informar o desaparecimento da criança nas redes sociais.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes