PUBLICIDADE
Topo

Rio: PT oficializa candidatura de Benedita após desistência de Freixo

A deputada federal Benedita da Silva (PT) - Joao Wainer/Folha Imagem
A deputada federal Benedita da Silva (PT) Imagem: Joao Wainer/Folha Imagem

Do UOL, em São Paulo

03/07/2020 22h47

O PT (Partido dos Trabalhadores) reuniu parte da militância e oficializou, na noite de hoje, a candidatura da deputada federal Benedita da Silva à prefeitura do Rio, por meio de transmissão ao vivo realizada no aplicativo Zoom.

Benedita tinha um acordo para ser vice numa chapa de coalizão encabeçada por Marcelo Freixo, mas o deputado federal do Psol acabou desistindo de se candidatar.

Entre os convidados ilustres na transmissão estavam a presidente nacional da sigla, Gleisi Hoffmann, o ex-prefeito de São Paulo e candidato à presidente em 2018, Fernando Haddad, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a noiva dele, Rosângela da Silva, conhecida como Janja.

"A Benedita tem que fazer a campanha dela para dizer que preto pode. Para provar que uma mulher preta de 78 anos pode fazer muito mais que todos os doutores brancos que governaram o Rio de Janeiro. É para isso que o PT nasceu: com compromisso de dar vez e voz àqueles que não têm", disse Lula aos militantes.

Durante a live, Benedita da Silva relembrou que nasceu e cresceu na favela, agradeceu aos militantes pelo voto de confiança e se emocionou com o depoimento de amigos e artistas, como a atriz Camila Pitanga, que lhe desejaram sorte na campanha.

Aos 78 anos, Benedita tem uma carreira política extensa: já foi vereadora, deputada federal, senadora, ministra da Secretaria Especial de Trabalho e Assistência no governo Lula e vice-governadora do Rio em uma chapa ao lado de Anthony Garotinho e governadora do estado —ela assumiu em abril de 2002, depois que Garotinho renunciou ao cargo para se candidatar à Presidência da República.

Atua principalmente nos movimentos de favela, no movimento negro e de mulheres.

Eleições 2020