PUBLICIDADE
Topo

Covas ganha apoio oficial do DEM e fala em 'nossa caminhada para a vitória'

Carolina Marins

Do UOL, em São Paulo

31/08/2020 19h55Atualizada em 01/09/2020 07h56

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, pré-candidato à reeleição pelo PSDB, participou hoje de forma virtual da convenção do Democratas (DEM). Ele recebeu o apoio oficial do partido para a sua candidatura e falou em "caminhada para a vitória".

"Queria agradecer a todos os vereadores e vereadoras, nossos candidatos e candidatas. Serão a força de vocês que, a partir dessa convenção, a gente começa a nossa caminhada para a vitória. É com força, foco e fé que nós vamos ganhar essa eleição", disse em vídeo enviado aos candidatos.

"Toda essa revolução que nós fizemos na cidade de São Paulo teve a ajuda e a colaboração, desde o primeiro instante, desde a campanha de 2016, do Democratas. A todos vocês o meu muito obrigado. Política a gente não faz sozinho, política é grupo, e vocês fazem parte desta gestão desde o início."

Este é o primeiro evento eleitoral de que Covas participa antes de oficializar sua candidatura na convenção do PSDB, marcada para 12 de setembro. Além do DEM, o tucano conta com apoio de Podemos, MDB, PSC, Progressistas, PL, PROS, Cidadania. É possível que o PV também entre nesse grupo.

O prefeito ainda não definiu quem deve ser seu vice no pleito. Apesar de especulações de uma possível chapa entre Covas e Marta Suplicy (Solidariedade), o mais provável é que o vice seja do próprio PSDB, saindo de uma lista que tem os nomes dos ex-deputados federais Ricardo Tripoli e José Aníbal e da senadora Mara Gabrilli. Entre os três, a tendência é que seja Tripoli, pela proximidade com Covas e por sua articulação partidária e política.

O Democratas homologou 62 candidaturas para assentos na Câmara Municipal de São Paulo. "A chapa que concorrerá à Câmara tem nomes como a campeã olímpica Maurren Maggi, o radialista Eli Corrêa, a vítima de tentativa de feminicídio Elaine Caparroz, o ex-jogador da NBA Douglas 'Ninja', a gari Ester Lopes e outros que representam todos os segmentos da sociedade", disse o partido em nota.

Foi realizada hoje a convenção em esquema de drive-thru devido à pandemia do novo coronavírus. Os filiados não precisavam descer do carro para votar. As cédulas foram levadas até eles, que devolveram preenchidas com o voto. Quem optou por descer do carro contou com entrada e saída independente na sede do partido para realizar o voto sem risco de aglomeração. Segundo o presidente estadual do partido, o deputado Alexandre Leite, o modelo deverá ser por todo o estado de São Paulo.

Também ocorreram hoje as convenções do PSL, com a oficialização da candidatura de Joice Hasselmann por unanimidade. PRTB lançou o candidato Levy Fidelix. Já o PSD escolheu Andrea Matarazzo.

Confira as próximas datas das convenções dos partidos*:

  • Cidadania: 3 de setembro
  • Podemos: 5 de setembro
  • Novo: 5 de setembro
  • PV: 5 de setembro
  • PSOL: 5 de setembro
  • PCdoB: 5 de setembro
  • PL: 6 de setembro
  • DC: 7 de setembro
  • Patriota: 7 de setembro
  • PSC: 9 de setembro
  • PSB: 11 de setembro
  • MDB: 11 de setembro
  • PSDB: 12 de setembro
  • PT: 12 de setembro
  • PTB: 12 de setembro
  • PDT: 12 de setembro
  • PSTU: 12 de setembro
  • PTC: 13 de setembro
  • PMB: 13 de setembro
  • PCB: 14 de setembro
  • UP: 14 de setembro
  • Rede: 15 de setembro
  • Republicanos: 16 de setembro
  • Avante: indefinido (10 ou 12 de setembro)
  • Progressistas: indefinido (provavelmente 16 de setembro)
  • Solidariedade: indefinido (5 ou 14 de setembro)
  • PMN: indefinido (6 ou 13 de setembro)
  • PROS: não marcada
  • PCO: não informou

* As datas estão sujeitas a alterações.