PUBLICIDADE
Topo

Tatto nega abandonar candidatura e confia em histórico: "PT é de chegada"

Jilmar Tatto participa de entrevista no SBT - Reprodução/SBT
Jilmar Tatto participa de entrevista no SBT Imagem: Reprodução/SBT

Do UOL, em São Paulo

15/10/2020 17h56

Jilmar Tatto (PT) negou que irá abandonar a candidatura à Prefeitura de São Paulo e diz confiar em "histórico de chegada" do partido na capital paulista durante entrevista ao SBT, na tarde de hoje.

Segundo informação do jornal Folha de S.Paulo, dirigentes petistas discutem a possibilidade de adesão à candidatura de Guilherme Boulos (PSOL) caso Tatto não atinja dois dígitos nas pesquisas de intenção de voto até o fim deste mês.

"Não abandono, sou candidato do Lula, do PT. Estou saindo todos os dias nas ruas, hoje estive na região de Pirituba, Parada de Taipas, fui muito bem recebido", disse ele.

"Eu começo a subir nas pesquisas também, mas não estou nem preocupado com isso. O PT aqui em São Paulo é um partido de chegada, isso aconteceu quando a Luiza Erundina foi candidata e ganhou a eleição. Marta (Suplicy) foi candidata e ganhou. Aconteceu também com (Fernando) Haddad. O PT é um partido de chegada", afirmou.

Tatto oscilou de 2% para 1% nas duas últimas pesquisas feitas pelo Datafolha, que tem Celso Russomanno (Republicanos) com 27%, Bruno Covas (PSDB) com 21% e Boulos com 12%. Já no levantamento realizado pelo Ibope, o petista pontuou 1%. Russomanno tem 26%, Covas, 21%, e Boulos, 8%.

Passagem de ônibus a R$ 2

Ex-secretário municipal de Transportes na gestão de Fernando Haddad, Tatto também prometeu colocar a passagem a R$ 2 na cidade de São Paulo nos domingos, feriados e madrugadas, se for eleito. Atualmente, a tarifa cobrada é de R$ 4,40.

"Aos domingos, feriados e madrugada nós vamos reduzir a passagem de R$ 4,40 para R$ 2. Isso significa que você aumenta o número de passageiros no sistema que caiu 40%, tem uma ociosidade. Quando abaixa a tarifa não significa necessariamente que esta reduzindo a arrecadação no sistema", pontuou.

"É uma área que entendo, é possível fazer, além do que vamos continuar fazendo faixas de ônibus, corredor de ônibus porque isso ajuda inclusive do ponto de vista financeiro", acrescentou, em seguida.