PUBLICIDADE
Topo

Após Ibope, Covas mantém tática sobre experiência; Boulos aposta em virada

Felipe Pereira e Nathan Lopes

Do UOL, em Sâo Paulo

25/11/2020 20h56Atualizada em 28/11/2020 20h47

Candidato à reeleição, o prefeito Bruno Covas (PSDB) aparece na liderança na pesquisa Ibope de hoje, com 48% das intenções de voto.

O resultado faz sua equipe dobrar a aposta na estratégia adotada desde o primeiro turno. Nos últimos quatro dias de campanha, a tática é continuar mostrando as realizações do prefeito e sua experiência administrativa.

Já candidato Guilherme Boulos (PSOL) marcou 37%, mas sua equipe manteve o otimismo sobre a virada.

O resultado foi recebido com estranheza por um integrante da equipe de Boulos ouvido sob anonimato. Ao UOL, disse que a diferença entre os candidatos no Datafolha foi menor, de oito pontos percentuais, e comentou que houve diferença entre os institutos Datafolha e Ibope em pesquisa no Recife.

Na campanha, há uma percepção de que a candidatura está crescendo. Pesquisas internas apontariam Boulos em alta, enquanto Covas estaria parado.

Para o presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, a pesquisa "confirma a tendência de crescimento da nossa campanha". "Cada dia mais pessoas se agregam e fortalecem a candidatura de Boulos e Erundina. Vamos vencer!"

Entre os votos válidos, Covas tem 57%, e Boulos, 43%. Antes da divulgação do Ibope integrantes da equipe de Covas falaram que pesquisas internas aferiam exatamente esta diferença.

Diante da liderança acima da margem de erro, de três pontos percentuais, a linha na reta final de eleição segue a máxima de que "em time que está ganhando não se mexe".

O discurso da experiência se mostrou vencedor no primeiro turno. Covas foi o mais votado na cidade de São Paulo, em todas as zonas eleitorais. Vários candidatos com este perfil se saíram bem nas urnas em diferentes cidades brasileiras.

Existe também uma estratégia para diminuir a abstenção, que no primeiro turno ficou em 29,29%. A pandemia de covid-19 fez muitos eleitores idosos optarem por não votar. Covas tem bom desempenho neste segmento e está fazendo apelos a líderes comunitários e religiosos para que incentivem as pessoas a irem às urnas no domingo.

A equipe do tucano diz crer que o principal fator que vai diminuir a abstenção é o crescimento de Boulos no último Datafolha. Na pesquisa divulgada terça-feira, ele passou de 35% para 40%. Covas está com 48%. Esta redução da diferença entre os dois candidatos serviria como incentivo para o eleitor mais velho.

A campanha também produziu dos vídeos com idosas ressaltando a importância de votar no domingo. O texto inclui dicas de prevenção como colocar a máscara e levar a própria caneta. Também há uma menção a avisar todos os amigos.