PUBLICIDADE
Topo

Cracolândia é um problema de médio e longo prazo, diz Bruno Covas

Do UOL, em São Paulo*

26/11/2020 11h01Atualizada em 26/11/2020 17h45

O prefeito de São Paulo e candidato à reeleição, Bruno Covas (PSDB), afirmou hoje que resolver o problema da cracolândia exige medidas de médio e longo prazo por parte do poder público.

Questionado durante sabatina do UOL e da Folha de S.Paulo sobre novas ações da prefeitura para enfrentar a expansão de usuários de crack para outras regiões da cidade, Covas disse que, se reeleito, manterá as medidas adotadas pela sua gestão.

"Essa não é uma ação de curto prazo, é uma ação de médio e longo prazo, é um problema de saúde pública a ser enfrentado. Quem tem dentro de casa alguém com dependência química, de álcool e drogas, sabe que não é da noite para o dia se resolve esse tipo de dependência", declarou.

De acordo com o prefeito, a política da prefeitura é oferecer tratamento individualizado para aqueles que aceitarem internação, aliado com a presença da GCM (Guarda Civil Municipal) e da Polícia Militar nas áreas ocupadas pelos usuários de crack.

Covas lidera as intenções de voto no segundo turno das eleições municipais, de acordo com pesquisa do Ibope divulgada ontem. O tucano aparece com 48% das intenções, 11 pontos percentuais à frente de Guilherme Boulos (PSOL), que tem 37%.

(*Colaboraram Afonso Ferreira, Ana Carla Bermúdez, Felipe Oliveira, Leonardo Martins, Lucas Borges Teixeira e Wanderley Preite Sobrinho.)

Você utiliza a Alexa? O UOL é o parceiro oficial da assistente de voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados das últimas pesquisas eleitorais e dos resultados do 2º turno. Para saber sobre a eleição na sua cidade com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, qual é o resultado da pesquisa eleitoral em São Paulo?", por exemplo, ou "Alexa, quem ganhou a eleição no Rio de Janeiro?". Nos encontramos lá!